Ganna vence de novo, Almeida terceiro e a chama da Rosa aumenta!

O italiano Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) venceu a quinta etapa do Giro d’Itália, uma ligação de 225km entre Mileto e Camigliatello Silano, chegando isolado depois de uma bela jornada na fuga do dia. O grupo dos favoritos chegou a 34 segundos, encabeçado por Patrick Konrad (Bora – Hansgrohe), e pelo camisola rosa João Almeida (Deceuninck – QuickStep), que bonificou 4s e viu Jonathan Caicedo (EF Pro Cycling) ceder muito tempo, para alargar a sua vantagem na classificação geral!

Quinta etapa mais longa desta Edição do Giro d’Itália, uma tirada com 225km e várias dificuldades que poderiam colocar alguns dos candidatos à geral em aflição caso a corrida fosse atacada. A luta pela fuga do dia foi grande, e só ao km50 um quarteto com Jan Tratnik (Bahrain – McLaren), Carl Frederik Hagen (Lotto Soudal), Filippo Ganna e Salvatore Puccio (Ineos Grenadiers) conseguiu ganhar vantagem ao pelotão e isolar-se efetivamente na frente da corrida.

Valerio Conti (UAE Team Emirates), Hector Carretero (Movistar), Jhonathan Restrepo (Androni – Giocattoli – Sidermec) e Edoardo Zardini (Vini Zabu – KTM) fizeram a ponte pouco depois, e os 8 seguiram na frente da etapa compondo assim a fuga do dia, chegando a ter 5 minutos de vantagem perante um pelotão sempre controlado pela Deceuninck – QuickStep na proteção ao seu líder e camisola rosa, João Almeida.

Os escapados entraram na subida com pouco menos de 3 minutos de vantagem, quando se entrou na subida final, vantagem essa que foi decrescendo com o passar da subida e com o grupo a partir conforme os kms sucediam. Do pelotão saíam Thomas de Gendt (Lotto Soudal) e Einer Rubio (Movistar) na tentativa de alcançar os escapados, já com a vantagem em 2min, e acabaram por o conseguir, quando apenas restavam Ganna, Zardini e Carretero.

Estes dois últimos foram os primeiros a ceder, deixando Ganna sozinho com os dois que haviam saltado do pelotão na subida final, enquanto mais atrás Jonathan Caicedo, segundo à geral, ficava para trás numa perda sem retorno ao pelotão. Ganna porém tinha mais forças e conseguiu livrar-se de ambos, seguindo isolado até final, enquanto o duo de De Gendt e Rubio foi alcançado pelo pelotão já perto do topo da contagem.

Mais atrás, o pelotão seguia controlado pela Deceuninck – QuickStep, cada vez mais a perder elementos, e os favoritos a procurarem obter alguns pontos na classificação da montanha. A descida deu-se com alguma velocidade, mas sempre dentro do controlo, com um Ganna cauteloso a perder alguns segundos, mas mantendo o suficiente para vencer a etapa. O pequeno grupo de favoritos chegou já a 34s, com Patrick Konrad a bater João Almeida ao sprint, enquanto o português garantia segundos preciosos para alargar a sua vantagem na classificação geral.

Com este resultado, João Almeida continua na liderança da geral, agora com 43s de vantagem sobre Pello Bilbao (Bahrain – McLaren) e 48s sobre Wilco Kelderman (Team Sunweb), e da juventude. Filippo Ganna (INEOS Grenadiers) é o novo líder da montanha, e Peter Sagan (Bora – Hansgrohe) continua a envergar a Maglia Ciclamino.

João Almeida segue de rosa neste Giro d’Itália!

João Nascimento venceu a etapa no Passatempo Ciclismo Mundial! Luís Silva foi terceiro e segue líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock