Gabriel Rojas consagrado vencedor da Volta a Portugal do Futuro!

Raul Caselderrey (Supermercados Froiz) venceu a etapa final da Volta a Portugal do Futuro, uma ligação de 150.5km entre Gouveia e Castelo Branco, após um ataque a 10km da chegada! O pelotão chegou 8s depois para iscutir a segunda posição, com Ivan Dias (Ciclismo Galego Federación) a bater Pedro Silva (Glassdrive – Q8 – Anicolor) ao sprint.

A quarta e última etapa da 29ª edição da Volta a Portugal do Futuro teve vitória espanhola e uma consagração costa-riquenha. Logo no início, um sexteto de corredores saltou do pelotão em plena subida às Penhas Douradas, mas foram Afonso Silva e António Ferreira (Kelly – Simoldes – UDO) os únicos capazes de seguir na frente. A vantagem dos dois corredores chegou a ser de 3 minutos, com a Essax, equipa do camisola amarela, Gabriel Rojas, a controlar o pelotão.

Raul Casalderrey venceu a etapa final da Volta a Portugal do Futuro.

Após a passagem na meta volante de Belmonte, António Ferreira cedeu terreno e acabou por ser alcançado pelo pelotão com 65km percorridos. Afonso Silva permaneceu na dianteira, com uma vantagem de 2:50. O jovem Afonso permaneceu bastante tempo na frente, com a vantagem a rondar os 3min, e conquistou também a terceira categoria da Serra da Gardunha e a meta volante do Fundão, ao km 103.

A 30km da meta, Rodrigo Caixas (LA Alumínios – Credibom – Marcos Car) atacou e colocou-se em posição intermédia, a 2min de Afonso Silva. Logo atrás, um grupo de cinco corredores com Yesid Misas (JV Perfis / Windmob), José Dias (Porminho Team Sub23), David Gonzalez (Bicicletas Rodríguez Extremadura), o líder da juventude, Alexandre Montez (LA Alumínios – Credibom – Marcos Car), e o quinto da geral, Sergio Chumil (Aluminios Cortizo), tentava alcançar Caixas e claro, a frente da corrida. Perante tanto perigo no grupo, o pelotão entrou em alerta e absorveu o quinteto, enquanto Rodrigo Caixas conseguiu ir reduzindo a desvantagem para a frente da corrida, acabando por se juntar a Afonso Silva com pouco menos de 25km para o fim, com 35s sobre o pelotão.

A 15km do fim, o duo foi alcançado, e menos de 5km depois Raul Casalderrey (Supermercados Froiz) saltou do pelotão naquela que seria a movimentação vencedora, ganhando rapidamente uma margem superior a meio minuto. O ataque do espanhol não teve grande resposta, e a margem que o pelotão deu ao espanhol acabou por ser suficiente para que ele triunfasse isolado na derradeira etapa. Ao sprint para a disputa do 2º lugar, Ivan Dias bateu Pedro Silva, com Gabriel Rojas (Essax) logo atrás do português a garantindo a conquista da Volta a Portugal do Futuro!

Helder Gonçalves foi o melhor português, terminando na segunda posição da geral!

Rojas leva então a amarela, à qual somou também a vitória na classificação da Montanha. Hélder Gonçalves (Kelly – Simoldes – UDO) não conseguiu roubar o tempo que lhe faltava para destronar o costa riquenho e fechou a prova na segunda posição da gera, a 11s, com o espanhol David Delgado (Bicicletas Rodriguez Extremadura) em terceiro, a 12s. Pedro Silva venceu a classificação por pontos e Alexandre Montez foi o melhor jovem. Coletivamente o título foi para a equipa espanhola Bicicletas Rodriguez Extremadura.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock