Follow the leader! Vingegaard vence mais uma e consolida liderança!

Depois de ter triunfado na 2ª etapa, o dinamarquês Jonas Vingegaard, da Team Jumbo – Visma, venceu a 4ª etapa da Settimana Internazionale di Coppi e Bartali, batendo toda a concorrência no final em subida em San Marino. No sprint final, o líder da competição voltou a não facilitar, batendo o espanhol Javier Romo (Astana – Premier Tech) e o australiano Nick Schultz (Team BikeExchange), com o vencedor da etapa de ontem, Ethan Hayter, a ficar-se pela 4ª posição.

Com a vitória, Vingegaard aumenta a sua vantagem na classificação geral, seguindo agora com 7s de avanço sobre Schultz e 11 sobre Hayter, quando falta apenas uma jornada para a conclusão da prova.

A 4ª jornada da prova italiana apresentava uma ligação de 154 km, corridos na região de San Marino, num percurso com muitas subidas e descidas, em circuito à volta da micronação. Na primeira metade da tirada, os corredores enfrentavam por duas vezes uma subida de 1ª categoria (9.2 km a 5.4 %), seguindo-se um circuito de 6 voltas, com 6 subidas (2.6 km a 6.2 % cada), sendo que a última das quais iria coincidir com a meta.

A etapa foi animada por um grupo de 11 corredores, que saltaram do pelotão após uma dezena de km: Jhonatan Cañaveral (Bardiani CSF Faizane), Alejandro Osorio (Caja Rural – Seguros RGA), Edoardo Zardini (Vini Zabù), Manuele Boaro (Astana – Premier Tech) , Guy Niv (Israel Start-Up Nation), Abner González (Movistar), Antonio Nibali (Trek – Segafredo), Eduardo Sepúlveda (Androni Giocattoli – Sidermec), Xabier Azparren e Txomin Juaristi (Euskaltel – Euskadi) e Cristian Scaroni (Gazprom – RusVelo).

Depois de atingir uma vantagem de 4 minutos, a margem da fuga começou a diminuir, com o pelotão a controlar as operações. A 15 km do final, a fuga seria definitivamente alcançada pelo pelotão. Nesse ponto, apesar de algumas tentativas por parte de homens da Movistar e da Caja Rural, o grupo principal rolava de forma compacta, embora cada vez mais reduzido.

Na abordagem à subida final, com 2.6 km para a meta em Piazzale dello Stradone, um pelotão com cerca de 35 unidades preparava-se para disputar a vitória na etapa. No km final, Javier Romo lançou um forte ataque, com Vingegaard a encetar a perseguição ao espanhol. Tal como tinha feito na 2ª etapa, quando aguentou o ataque de Iván Ramiro Sosa para depois lhe roubar a vitória, o dinamarquês voltou a fazer o mesmo, conseguindo alcançar Romo, para depois batê-lo a ele e à concorrência que se aproximava.

Vingegaard vence, assim, a etapa, com Javier Romo em 2º, Nick Schultz em 3º, Ethan Hayter em 4º, Mauri Vansevenant em 5º, e Juan Ayuso em 6º. Estes seis corredores fecharam com o mesmo registo, seguindo-se depois um grupo a 2s, encabeçado por Ben Hermans.

Com esta demonstração de força por parte de Vingegaard, o homem da Jumbo-Visma consolida a sua liderança na classificação geral, agora com 7s sobre Schultz e 11s sobre Hayter, quando falta apenas uma etapa para a conclusão da prova italiana.

O “gran finale” da competição de homenagem a Fausto Coppi e Gino Bartali terá como palco, tal como aconteceu no ano passado, a cidade de Forlì, com saída e chegada na Piazza Aurelio Saffi. Perante os ciclistas, perfilam-se 166 km, divididos em 7 voltas de um circuito com 22 km, com destaque para as 7 subidas a Rocca delle Caminate, uma ascensão com 3.6 km a 6.4 %. Os 15km finais serão, contudo, em descida e em plano, até ao final no centro de Forlì.

Será, com toda a certeza, mais um dia animado de ciclismo, em que a Jumbo – Visma tentará ao máximo proteger a liderança do jovem dinamarquês!

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock