Fácil, fácil!

O esloveno Primoz Roglic, da Jumbo-Visma venceu a etapa 11 da Volta a Espanha, batendo toda a concorrência na curta e íngreme subida final! A 3 segundos ficou Enric Mas e a 5 outro Movistar, Miguel Ángel López, enquanto o camisola vermelha Odd Christian Eiking, da Intermarché-Wanty-Gobert

A etapa 11 da Volta a Espanha trazia uma ligação de 133.6 km, entre Antequera e Valdepeñas de Jaén, num dia de média montanha onde o principal destaque iria para a subida de 2ª categoria para Puerto de Locubin (8.8 km a 5%) e para o muro final de Valdepenãs. Os derradeiros 800 metros da tirada teriam 10% de inclinação média e zonas a 20%!

No início da jornada, deram-se os primeiros ataques, com a formação da BikeExchange a controlar as primeiras saídas. Após alguns quilómetros, um grupo de cinco corredores conseguiu mesmo isolar-se, com o ataque de Edward Planckaert (Alpecin-Fenix), Jonathan Lastra (Caja Rural-Seguros RGA), Magnus Cort (EF Education-Nippo), Joan Bou (Euskaltel-Euskadi), e Harm Vanhoucke (Lotto Soudal). Desta feita, a equipa de Michael Matthews parecia satisfeita com a saída da fuga e com a tarefa de controlar a distância até ao final.

A 90 km do final, a vantagem dos fugitivos chegava aos 2 minutos, com BikeExchange, Jumbo-Visma, e Intermarché-Wanty-Gobert a rodarem na frente do grupo principal. A partir desse ponto, a margem dos escapados manteve-se constante durante largos quilómetros, entre 1:30 e 2:00, e percebia-se que o pelotão iria mesmo controlar a jornada e discutir a vitória no muro final.

A 20 km da meta, com a Movistar a tomar conta da frente do pelotão, a vantagem da fuga baixava da barreira do 1 minuto. Pouco depois, começava a subida para Puerto de Locubin, onde atacou Magnus Cort, tentando a sua sorte em solitário. Lá atrás, Jumbo, Movistar, e BikeExchange iam comendo segundos à fuga e, no topo, a 8 km do final, Cort passou com apenas 27 segundos de avanço sobre o grupo principal.

Na descida, o dinamarquês conseguiu manter alguma da sua vantagem, entrando no difícil quilómetro final com 15 segundos de avanço sobre o pelotão bastante reduzido! Ia ser no limite!

Na subida, Kuss liderou, enfilando o pelotão nas zonas mais duras. Depois, Mas destacou-se, com Roglic na roda, enquanto Cort via o grupo já muito perto.

Enric Mas continuou a tentar, rebocando Roglic e o restante grupo, passando por Cort sem qualquer piedade. No entanto, nos 100 metros finais, Roglic pisou no acelerador e não deu hipótese, abrindo ainda uma margem de 3 segundos para Enric Mas e de 5 para Miguel Ángel López.

Quanto ao camisola vermelha, Odd Christian Eiking, fechou no 10º posto, a 11 segundos de Rogla, o que lhe garante a permanência na liderança, com 58 segundos de avanço sobre Guillaume Martin e 1:56 sobre Roglic.

Nelson Oliveira terminou em 93º, a 9:35, enquanto Rui Oliveira foi 125º, a 13:27.

Amanhã disputa-se a etapa 12, com 175 km, entre Jaén e Córdoba, em mais um dia de média montanha com duas subidas categorizadas perto do final!

Primoz Roglic vence mais uma etapa na Volta a Espanha (Getty Images)

Classificações Completas

Classificações do Passatempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock