Ethan Hayter entra a vencer no Tour of Norway!

O britânico Ethan Hayter (Ineos Grenadiers) venceu a etapa inaugural do Tour of Norway, uma ligação de 150km entre Egersund e Sokndal, batendo ao sprint o neerlandês Ide Schelling (Bora – Hansgrohe) no final da subida para Sokndal. O norueguês Torstein Træen (Uno-X Pro Cycling Team) foi terceiro, a 11 segundos.

O 9º Tour of Norway saiu esta tarde de Egersund para a sua etapa mais difícil logo no primeiro dia de corrida. A fuga do dia rapidamente se compôs com os dinamarqueses Anton Charmig (Uno-X Pro Cycling Team) e Frederik Jensen (BHS – PL Beton Bornholm), o belga Julian Mertens (Sport Vlaanderen – Baloise) e o brasileiro Nicolas Sessler (Global 6 Cycling). A Jumbo – Visma assumiu desde cedo o controlo do pelotão, permitindo que os fugitivos ganhassem mais de 5min de vantagem, mas sabendo o que teria de fazer para selecionar a corrida.

A jornada decorreu tranquila, e a vantagem dos fugitivos foi caindo progressivamente, com a Trek – Segafredo a juntar-se depois ao trabalho. Foi já na primeira contagem do dia, que apenas surgiu a 38km do fim, apesar de o dia ser todo ele em sobe e desce, que a Jumbo acabou por partir o pelotão. Chris Harper assumiu a dianteira e aproveitou as elevadas pendentes para deixar um restrito grupo de ciclistas na dianteira, em perseguição dos escapados. Charmig seria o primeiro a passar no alto de Jøssingfjord e liderava virtualmente a montanha.

O vento que se seguiu ajudou a que não houvesse junção, e com 25km para o fim apenas tínhamos Mertens e Charmig na frente, com o grupo principal a rodar a 1:20 de distância. Os atacantes acabariam alcançados a 13km do fim, com o pelotão reduzido a cerca de 75 unidades, e a Jumbo a comandar com a Trek, tal como havia acontecido ao longo de todo o dia.

Foi já no início da subida final que as principais surpresas aconteceram, quando Tobias Foss e Jonas Vingegaard (Jumbo – Visma) perderam o contacto, ainda nos primeiros 500m de subida. George Bennett (Jumbo – Visma) atacou à entrada dos 4km finais, com Mattias Skjelmose Jensen (Trek – Segafredo) a seguir na sua roda. O duo acabou alcançado pouco depois e Lucas Eriksson (Riwal Cycling Team) tentaria também a sua sorte. Schelling, Bennett e Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) seguiam rapidamente o sueco, mas era Skjelmose Jensen que tentava agitar de novo, desta vez com Ganna a seguir na sua roda.

A 2.5km do fim, Schelling lançou um ataque ao qual apenas 5 ciclistas responderiam, para se isolarem dos adversários diretos, e a 1.3km da chegada o holandês voltou a disparar, levando consigo Ethan Hayter. Træen tentou responder, mas ficou a meio caminho e nunca conseguiu fechar o espaço que o separava do duo. Schelling puxou até final, tentando descarregar o britânico, mas não teve sorte, com Hayter a aguardar pelos últimos 100m para lançar o sprint e triunfar perante um esgotado Schelling.

Com o triunfo, Hayter é o primeiro líder da classificação geral, dos pontos, e da montanha, enquanto Skjelmose Jensen, que foi quarto a 13s, lidera a juventude.

Os metros finais

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock