Etapa para Luis Leon Sanchez, Volta a Múrcia para Xandro Meurisse!

O espanhol Luis Leon Sanchez, da Astana Pro Team, venceu a segunda e última etapa da Vuelta Ciclista a la Región de Murcia, à frente do compatriota e companheiro de equipa, Omar Fraile, e do checo Josef Cerny (CCC Team). O belga Xandro Meurisse (Circus – Wanty Gobert) terminou na quarta posição, a 7 segundos de Leon Sanchez, e vence assim a edição 40 da prova espanhola, fruto da larga vantagem obtida pela fuga no primeiro dia. Meurisse termina com 11 segundos de vantagem para Josef Cerny e 17 segundos para Lennard Kamna, alemão da BORA – Hansgroe.

O segundo dia da Volta a Múrcia disputou-se ao longo de 179 km, entre Santomera e Múrcia. Os ciclistas enfrentaram quatro contagens de montanha: duas de terceira categoria, uma de primeira, e uma de categoria especial, colocada a 60 km da meta.

Desta feita, a fuga não teve a liberdade do primeiro dia. Angel Madrazo (Burgos-BH) e Ricardo Verza (Kometa Xstra Cycling Team) ainda tentaram, mas o pelotão manteve-os sempre debaixo de controlo apertado.

Os vários interesses dentro do pelotão jogaram-se na contagem de categoria especial, com o ataque de Alejandro Valverde (Movistar), que procurava a vitória na etapa, e Lennard Kamna que, em 5º na geral a 17 segundos de Meurisse, era um perigo real para levar a classificação geral. A 20 km do fim, a dupla seguia com um minuto de vantagem.

Na aproximação a Múrcia, contudo, o pelotão carregou no acelerador e eliminou a desvantagem. No final, Luis Leon Sanchez atacou e entrou com alguns metros de vantagem na reta da meta, a Gran Via Escultor Salzillo, espaço suficiente para poder festejar com tranquilidade uma vitória em casa. A Astana ainda conseguiu garantir a dobradinha nesta etapa, com Omar Fraile a fechar na frente de um grupo de cinco que chegou a 7 segundos de Leon Sanchez, e onde seguiam Cerny, Meurisse, Kamna, e Vicente Garcia de Mateos (Aviludo Louletano).

Entre os vários portugueses em prova, o melhor foi José Fernandes (Burgos-BH), terminando na 14ª posição, a 5:25 do vencedor da jornada. Ricardo Vilela (Burgos-BH) foi 37º, a 10:48, Nelson Oliveira (Movistar) 50ª, a 10:54, e Daniel Viegas (Kometa Xstra Cycling Team) 55º, a 12:54. Embora já sem corredores lusos em prova, a equipa portuguesa Aviludo-Louletano colocou Vicente Garcia de Mateos no top 10, foi 6º, a 7 segundos de Leon Sanchez. Na geral, José Fernandes foi o mais bem classificado, na 20ª posição, a 22:22 de Xandro Meurisse. Ricardo Vilela termina em 43º, a 27:45 do vencedor, Nelson Oliveira em 51º, a 27:51, e Daniel Viegas em 59º, a 29:51.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock