Elisa Balsamo conquista primeira vitória de 2021 na primeira edição do GP Oetingen!

A italiana Elisa Balsamo (Valcar – Travel & Service) conquistou a primeira edição do GP Oetingen, uma clássica belga de 117.5km de extensão, batendo ao sprint a belga Jolien d’Hoore (Team SD Worx) e a super campeã Marianne Vos (Jumbo – Visma Women Team), ambas a terminarem com o mesmo tempo da vencedora.

10 voltas a um circuito de 11.7km era o que esperava um pelotão feminino muito bem composto na estreia do GP Oetingen. As primeiras voltas foram, porém, de sobressalto, com a passagem pelo setor de pavê de Opperstebosstraat a provocar diversas quedas que forçaram algumas ciclistas a abandonarem.

A ordem foi restabelecida a meio da corrida e só a 45km do final surgiram as primeiras movimentações de peso, que seriam também decisivas para o desenrolar da corrida, já que o grupo que viria a discutir o final sairia daqui. Karol-Ann Canuel (Team SD Worx), Sarah Roy (Team BikeExchange), Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing) and Marianne Vos (Jumbo – Visma Women Team) estavam demasiado confortáveis no pelotão e então decidiram atacar em busca da vitória.

O quarteto não ficou muito tempo escapado sozinho, já que pouco depois se juntaram a elas Jolien D’hoore, Amy Pieters e Christine Majerus (Team SD Worx), Aude Biannic e Jelena Eric (Movistar Women), Floortje Mackaij (Team DSM), Lisa Klein (Canyon // SRAM Racing), Thalita de Jong (Bingoal Casino – Chevalmeire), Elisa Balsamo e Vittoria Guazzini (Valcar – Travel & Service), Maria Confalonieri (Ceratizit – WNT Pro Cycling Team), Romy Kasper e Anna Henderson (Jumbo – Visma Women Team) e ainda Kristen Faulkner (Team TIBCO – Silicon Valley Bank). 

As 18 ciclistas seguiram juntas na frente até bem perto do final, onde Faulkner e Biannic tentaram evitar um final ao sprint, mas sem sucesso, com a perseguição a ser comandada por Henderson, Kasper e Canuel. De Jong acabou por não acompanhar o ritmo no final, enquanto Guazzini, Klein e Majerus lançaram o sprint para as suas colegas de equipa. Vos e d’Hoore saíram na frente, mas Balsamo aproveitou o embalo saindo um pouco mais atrás, e conseguiu pelo lado de fora ganhar a vantagem suficiente para levantar os braços pela primeira vez esta temporada.

Sprint Final

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock