Dylan Van Baarle em modo “sniper” conquista a Dwars door Vlaanderen!

O holandês Dylan van Baarle (INEOS Grenadiers) venceu esta tarde a Dwars Door Vlaanderen, clássica que antecede o Tour de Flandres, chegando isolado após 184km entre Roeselare e Waregem, com um excelente ataque de longe! No segundo lugar terminou o francês Christophe Laporte (Cofidis), e em terceiro o belga Tim Merlier (Alpecin – Fenix), ambos a 26s do vencedor.

Tal como na corrida feminina, foi impossível encontrar uma fuga do dia que escapasse ao pelotão desde cedo, dado o ritmo super elevado a que o dia seguiu. Só com 85km para o final é que Ethan Hayter (INEOS Grenadiers), na companhia de Jelle Wallays (Cofidis) e Florian Vermeersch (Lotto Soudal), conseguiu sair do pelotão e ganhar cerca de 30s de vantagem. Vermeersch acabou por ceder pouco depois na primeira subida ao Knoketeberg, e no pelotão as acelerações começavam a acontecer e a provocar os primeiros cortes importantes.

A 60km do final, Stefan Kung (Groupama – FDJ) acelerou no Stationsberg, e no Taaienberg, logo de seguida, foi Greg van Avermaet (AG2R Citroen Team) quem atacou e provocou diferenças importantes. O belga selecionou um grupo de cerca de 25 ciclistas, em que a QuickStep estava muito pouco representada devido a um posicionamento menos bom, com Kasper Asgreen (Deceuninck – QuickStep) e Tom Pidcock (INEOS Grenadiers) a perderem algum terreno e Davide Ballerini (Deceuninck – QuickStep) a ceder completamente.

Na parte plana que ao muro sucedeu, os ataques continuaram, e um pequeno grupo no qual seguia van Baarle ganhou alguma vantagem aos principais favoritos do dia. O holandês acabou por ir embora com 50km para a meta, ao estilo de quem não quer a coisa, e nenhum dos seus adversários o quis perseguir também, com uma vantagem de 30-40s a abrir-se muito rapidamente.

Rui Oliveira esteve bastante ativo na Dwars Door Vlaanderen.

Os ataques começaram a surgir com maior frequência, mas sem sucesso, até um grupo de três elementos com Rui Oliveira (UAE Team Emirates) aliado a Luke Durbridge (Team BikeExchange) e Victor Campenaerts (Qhubeka Assos) se ter adiantado e ter estado a apenas 15s de van Baarle. Porém, em mais uma passagem pelo Knoketeberg, a 36km do final, van Avermaet voltou a acelerar para fechar o espaço para o trio, com Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix) a não conseguir acompanhar e Florian Senechal (Deceuninck – QuickStep) a responder muito bem.

Um grupo restrito com 8 unidades, uma das quais Rui Oliveira, acabou por ficar intermédio, mas sem conseguir fechar o espaço para van Baarle, já que a colaboração não era a melhor. Warren Barguil (Arkea – Samsic) era talvez a maior surpresa do dia e pedia entreajuda no grupo, mas a mesma acabou por não suceder. Os ataques sucederam para tentar reduzir o grupo, com Jasper Stuyven (Trek – Segafredo) a tentar no penúltimo muro, o Holstraat, mas sem sucesso, e o mesmo destino teve Greg van Avermaet no último muro do dia, o Knokereberg, a 11km da chegada.

O grupo era já de 7 ou 8 elementos, mas acabou por não resistir ao pelotão que vinha um pouco atrás, e foi alcançado com menos de 5km para o final, levando a decisão dos restantes lugares do pódio para o risco de meta, já que van Baarle estava a conseguir manter a vantagem a solo. O holandês teve tempo para apertar o maillot e levantar os braços antes de cruzar a linha de meta e festejar a sua segunda vitória World Tour, depois de ter vencido a última etapa do Criterium du Dauphiné 2019! Na luta pelo segundo lugar, Laporte acabou por atacar a 500m da chegada e abrir uns metros de vantagem que foram suficientes para o francês ser segundo, enquanto Merlier venceu o sprint no pelotão e terminou na terceira posição.

Rui Oliveira fechou na 26ª posição, com o mesmo tempo de Laporte, num dia em que esteve em destaque, André Carvalho (Cofidis) foi 96º a 8:14, e Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) não terminou.

O Último km

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock