Daniel Mestre e Luis Gomes dominam o fim de semana ciclistico português!

O ciclismo nacional voltou para a estrada com duas provas durante o fim de semana. No sábado correu-se o Memorial Bruno Neves, com um percurso habitual e conhecido pelo pelotão em Oliveira de Azeméis. A corrida foi atacada desde o inicio, com várias fugas, mas foi  Henrique Casimiro (Kelly-Simoldes-UDO) quem mais medo causou. O corredor da equipa da casa tentou vencer a prova, mas acabou apanhado à entrada do último quilometro.

Daniel Mestre aproveitou a sua bela ponta final para “sacar” uma vitória para a sua conta pessoal e para a equipa W52-FCP. Mestre bateu ao sprint, Rafael Silva e Tomás Contte (Louletano-Loulé Concelho), que completaram o pódio.

Os corredores da fuga ficaram com as classificações intermédias. Mauricio Moreira (Efapel) consagrado rei dos trepadores, Samuel Blanco (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel) foi o vencedor das metas volantes e sprints. Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), sétimo da classificação absoluta, foi o melhor jovem, enquanto que Patrick Videira (Fortunna/Maia), foi o melhor elemento das equipas de clube. A Louletano-Loulé Concelho venceu a classificação coletiva.

No domingo, foi Luis Gomes o vencedor da Volta a Albergaria, ultima prova da Taça de Portugal Jogos Santa Casa, que também fechou a sete chaves a Taça.

Nos 155,7 quilómetros programados, com partida e chegada em Albergaria-a-Velha, tinham um percurso ondulado, pronto a ser atacado. Um grupo de fugitivos andou até à última volta ao circuito, mas à passagem dos quilómetros foram condenados. Já na última volta, na primeira das duas subidas do circuito, destacou-se um grupo. Fora deste lote ficou o líder da Taça de Portugal, Rafael Silva (Antarte-Feirense), permitindo que fosse na frente que se jogasse Volta a Albergaria e a Taça de Portugal Jogos Santa Casa.

O gaiense Luís Gomes impôs-se na corrida e conquistou a Taça de Portugal Jogos Santa Casa. O pódio da clássica do dia foi completo com António Carvalho (Efapel) e Gonçalo Carvalho (Rádio Popular-Boavista). O espanhol Alberto Gallego (Rádio Popular-Boavista) venceu a classificação da montanha, enquanto que Iuri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua) ganhou as metas volantes e Fábio Costa (Efapel), 12.º na classificação geral, foi o melhor jovem. Por equipas impôs-se o Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel

No final da Taça de Portugal, Luís Gomes finalizou com 155 pontos, mais 47 do que o segundo classificado, Rafael Silva, enquanto que Ricardo Vilela (W52-FC Porto) foi o terceiro, com 92. O Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel venceu o ranking coletivo. Entre os ciclistas das equipas de clube, o mais ativo foi Francisco Marques, com 153 pontos. Ivo Pinheiro (Crédito Agrícola/Delta Cafés/Almodôvar) foi o segundo, com 125 pontos, e Diogo Narciso, companheiro do vencedor na Sicasal/Miticar/Torres Vedras, foi o terceiro, com 101. A Sicasal/Miticar/Torres Vedras ganhou por equipas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock