Chursina triunfa a partir da fuga! Chabbey nova líder da geral!

A russa Anastasia Chursina (Ale BTC Ljubljana) conquistou hoje a segunda etapa da Vuelta a Burgos Féminas, alcançando a sua primeira vitória World Tour, numa ligação de 97km entre Pedrosa de Valdeporres e Villarcayo, sendo a última resistente da escapada do dia. O pelotão chegou a 1:11, liderado pela britânica Alice Barnes (Canyon // SRAM Racing), que bateu ao sprint a dinamarquesa Amalie Dideriksen (Trek – Segafredo), na luta pelo segundo lugar.

A segunda etapa em Burgos foi atacada desde cedo, com Rachel Langdon (Instafund Racing) a ganhar vantagem do pelotão, mas por muito pouco tempo, já que seria alcançada antes do topo da primeira contagem de montanha do dia, onde Niamh Fisher-Black (Team SD Worx) passaria na frente, ao km 27.4. A fuga do dia formar-se-ia pouco depois, com Anastasia Chursina, Heidi Franz (Rally Cycling) e Antri Christoforou (Burgos Alimenta Women Cycling Sport), que rapidamente ganharam cerca de 4min ao pelotão.

Com Chursina a apenas 1:43 na geral era imperativo aumentar o ritmo, e as escapadas entraram na última contagem do dia com apenas 3:00 de vantagem. Anna van der Breggen (Team SD Worx) colocou o ritmo que viria a rebentar com o pelotão e a parti-lo por completo em diversos grupos e fez a vantagem cair para 1:20 no topo da contagem, a 22km da chegada, onde Chursina passou na frente, com Franz a ser segunda logo atrás e a juntar-se à colega de fuga durante a descida.

A união não durou muito, já que a 17km do final Chursina arrancou e Franz não foi capaz de a seguir. Entre as favoritas a colaboração também não era a melhor. Eram diversos os ataques da SD Worx, que procurava obrigar as adversárias a trabalhar, numa fase em que tinha 4 ciclistas num grupo de 8. A falta de entrosamento levou a que os grupos que perseguiam fossem chegando e diversas ciclistas rápidas também, como era o caso de Arlenis Sierra (AR Monex Women’s) ou de Alice Barnes.

A perseguição à russa tardou a ser assumida, e isso deu-lhe demasiada vantagem para que posteriormente pudesse ser alcançada. Chursina embalou assim para a vitória, e conquistou o seu primeiro triunfo no World Tour aos 26 anos. As principais favoritas chegaram todas no pelotão principal, a 1:11, sem perdas de tempo relevantes.

Com a ausência de bonificações, e graças a ter cortado a meta primeiro que as duas ciclistas em igualdade temporal com ela, Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing) é a nova líder da classificação geral, enquanto Sierra, quarta na etapa de hoje, sobe à liderança da classificação por pontos. Niamh Fisher-Black segue na liderança da juventude, e Heidi Franz é a nova líder da montanha.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock