Caruso vence em Getxo!

O italiano Damiano Caruso (Bahrain – McLaren) venceu a 75ª edição do Circuito de Getxo, uma das clássicas mais antigas do país vizinho, num final muitíssimo interessante. No segundo lugar terminou o italiano Giacomo Nizzolo (NTT Pro Cycling Team), e em terceiro o espanhol Eduard Prades (Movistar), ambos a 1 segundo do vencedor!

A fuga do dia formou-se cedo, com António Carvalho da Efapel a ser um dos integrantes da mesma, num dia bastante chuvoso, e que provocou várias quedas no pelotão. Cesar Fonte foi um dos homens a ir ao chão, e foi forçado a abandonar. Esperamos que não tenha sido nada grave. Mikel Landa também foi de encontro ao alcatrão já na parte final, mas nada de grave para o espanhol que prosseguiu corrida até final.

A fuga do dia foi alcançada com cerca de 30km para o final, e o pelotão entrou a todo o gás na decisiva subida do dia, a Pike Bidea, a 17km do final, com a Caja Rural e a Bahrain-McLaren muito ativas, a conseguirem forçar o pelotão a partir completamente. Na frente da corrida ficaram Damiano Caruso e Pello Bilbao (Bahrain – McLaren), Gonzalo Serrano (Caja Rural), Biniyam Ghirmay (Nippo Delko Marseille), Juan Pedro Lopez Perez (Trek – Segafredo), e o português Nelson Oliveira (Movistar).

A 11km do fim, o grupo da frente a entrar demasiado rápido numa rotunda e uma queda a dar-se com Serrano, Perez e Ghirmay no chão. Nelson seguia imediatamente à frente deles, e escapou por muito pouco, salvando a queda de forma incrível. Sobrou então Nelson para Caruso e Bilbao, que atacaram o português várias vezes até Caruso ganhar espaço, e Nelson já não ter forças, acabando por ser absorvido, juntamente com Bilbao pelo grupo que o perseguia, a cerca de 7km do final.

Caruso voou em modo contrarrelógio, sempre a tentar manter-se na frente da corrida, acabando por o conseguir, para entrar na rampa final com 10s de vantagem. Perante alguma passividade inicial do grupo, Caruso deu tudo na frente, e conseguiu arrecadar a vitória, com Giacomo Nizzolo já a morder-lhe os calcanhares, terminando na segunda posição a apenas 1s do compatriota.

Nota muito positiva para a grande exibição de Nelson Oliveira, ao passar o muro de Pike Bidea com os melhores, e a ser um dos protagonistas do dia, tendo terminado na 22ª posição a 41s de Caruso. Tiago Machado foi o melhor da Efapel em 29º a 51s, enquanto Oscar Pelegri foi o melhor do Feirense em 44º a 2’44”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

António Morgado vence Gipuzkoa Klasika!

O corredor português António Morgado (Bairrada) venceu no passado domingo a clássica de Gipuzkoa em bicicleta, prova UCI do escalão de juniores, em Urretxu, com outros dois companheiros de equipa também integrados no top 10. António, com 17 anos, vence a 26ª edição da prova, depois Carlos Rodriguez (agora Ineos) e Juan Ayuso (agora UAE), […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock