Campeão italiano conquista Europa!

O campeão italiano Giacomo Nizzolo é agora também o novo campeão da Europa de estrada, após bater ao sprint o francês Arnaud Démare e o alemão Pascal Ackermann. A Itália triunfa pelo terceiro ano consecutivo nesta corrida, num dia que viu Rui Costa atacar nos km finais da corrida e Rui Oliveira sprintar para o 14º lugar.

A prova de fundo dos campeonatos da Europa que decorrem em Plouay, França, apresentava um percurso com muitas subidas, embora curtas e pouco inclinadas, ao longo de 177.5 km. Adivinhava-se um duelo entre as nações com interesse num sprint final e aquelas que iriam tentar ataques oportunistas na parte final da etapa.

A fuga do dia foi composta por Pawel Bernas (Polónia), Andreas Miltiadis (Chipre), Dusan Rajovic (Sérvia), e Emil Dima (Roménia), mas a vantagem concedida pelo pelotão, que ia sendo controlado por Itália, França, Holanda, e Bélgica, nunca foi muito significativa.

A 54 km do final, apenas Bernas resistia na frente da corrida, enquanto no pelotão o ritmo ia sendo cada vez mais intenso. Com Sep Vanmarcke (Bélgica) a comandar um grupo principal cada vez mais reduzido, Bernas foi alcançado e o cenário estava montado para o assalto ao título europeu. Nos 30 km finais, Mathieu Van der Poel (Holanda) e outros corredores por diversas vezes tentaram fazer a diferença para o pelotão mas ia havendo sempre força de perseguição suficiente para anular os ataques.

À entrada da subida final, apenas com Markus Hoelgaard (Noruega) na frente com alguns segundos de vantagem, a Itália imprimiu um ritmo sufocante que reduziu a diferença para o norueguês e que não permitia qualquer veleidade a quem quisesse atacar naquela altura.

A 2.5 km do fim, Hoelgaard foi alcançado. Nessa altura, ataca Rui Costa juntamente com Tom Pidcock (Grã-Bretanha), ganhando esta dupla alguns metros de vantagem. O ritmo dos italianos, contudo, era muito forte e não havia muito a fazer por parte do português e do britânico.

No sprint final, Davide Ballerini fez o lançamento para Nizzolo de forma perfeita, deixando-o em posição privilegiada para os 100 m finais. A concorrência para os últimos metros era de respeito, mas nem Démare nem Ackermann tinham companheiros para o lançamento, o que acabou por ser crucial para o sprint. Nizzolo aguentou a investida dos dois principais rivais, triunfando por curta margem. Na quarta posição fechou Mathieu Van der Poel, um dos mais inconformados do dia.

Nizzolo junta assim o título europeu ao título italiano de estrada conquistado no domingo último, e aumenta para três o número de triunfos consecutivos dos italianos nesta corrida, após as vitórias de Elia Viviani e Matteo Trentin, que hoje tanto trabalhou para que Nizzolo pudesse festejar.

O melhor português acabou por ser Rui Oliveira, terminando num excelente 14º lugar, integrado no grupo principal. Rui Costa chegou logo de seguida, a 4 segundos do grupo, fechando na 29ª posição. Ruben Guerreiro ficou no 41º lugar, a 11 segundos de Nizzolo, Ivo Oliveira no 60º, a 3:27, Rafael Silva no 80º, e Rafael Reis no 87ª, os dois últimos a 8:26 da frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock