Campeão francês continua a senda de vitórias!

O campeão francês Arnaud Démare, da Groupama-FDJ, triunfou na primeira etapa do 34º Tour Poitou-Charentes en Nouvelle Aquitaine, batendo ao sprint o colombiano Álvaro Hodeg, da Deceuninck-Quick Step, e o alemão Alexander Krieger, da Alpecin-Fenix. O sprinter francês, um dos corredores em melhor forma na antecâmara da Volta à França, corrida em que não vai estar presente, devido às ambições de Thibaut Pinot, não deu hipóteses à concorrência, vencendo a etapa e arrebatando assim a liderança da classificação geral. Démare redime-se após o segundo lugar de ontem na prova de fundo dos campeonatos europeus atrás de Giacomo Nizzolo, e regressa às vitórias que têm surgido à catadupa no mês de Agosto: Milano-Torino, Tour de Wallonie (com duas etapas e classificação dos pontos), e nacionais de França.

A primeira tirada da prova francesa disputou-se entre Montmoreau e Royan, na zona de Bordéus, ao longo de 199.9 km. O percurso apresentava um perfil sinuoso, com seis contagens de montanha, embora nenhuma delas fosse especialmente complicada. Adivinhava-se assim uma chegada em pelotão massivo.

A primeira movimentação do dia foi efetuada por Silvan Dillier (AG2R La Mondiale) e Joey Rosskopf (CCC Team), com Zhandos Bizhigitov (Astana Pro Team) e Morne Van Niemark (St. Michel – Auber 93) a tentarem alcançar o duo da frente. Nenhum destes corredores conseguiria, contudo, ficar na liderança durante muitos km. Acabariam por ser Harm Vanhoucke (Lotto Soudal), Hector Saez (Caja Rural), e Diego Lopez Fuentes (Euskaltel) a atacar e a conseguir isolar-se do pelotão, obtendo cerca de cinco minutos de avanço. No pelotão, quem controlava era a Groupama-FDJ, claramente confiante na extraordinária forma do seu chefe de fila. Na fuga, Vanhoucke garantiu a liderança na classificação da montanha com os pontos obtidos durante a etapa.

A 10 km do final, a fuga foi eliminada, e começou a ser preparado o sprint final. Após um dia de trabalho em cheio por parte da Groupama-FDJ estava na altura de rematar todo o esforço com um lançamento perfeito para Démare. Seis corredores formavam o comboio para o francês que, no sprint final, viu ainda o colombiano Hodeg a ameaçar seriamente a vitória. Foi necessário recorrer ao photo-finish, mas confirmava-se mesmo mais uma vitória para Démare, que será nesta altura um dos sprinters em melhor forma do pelotão internacional.

O único português em prova, José Gonçalves, da Nippo Delko Provence, terminou na 121ª posição, a 5 minutos de Démare.

Amanhã disputa-se a segunda etapa, entre Royan e Échiré, num total de 186.3 km. O percurso é praticamente plano, adivinhando-se mais um sprint massivo e, quiçá, mais uma vitória para o campeão francês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock