Caleb Ewan vence pela segunda vez na Turquia em final inclinado!

O australiano Caleb Ewan (Lotto Soudal) venceu a sexta etapa do Tour of Turkey, uma ligação de 205km entre Edremit e Eceabat, com o final numa pequena colina de cerca de 4km. Ewan bateu ao sprint o belga Jasper Philipsen (Alpecin – Fenix) e o neerlandês Danny van Poppel (Bora – Hansgrohe), para conquistar o seu segundo triunfo nesta edição da corrida.

A sexta etapa da Volta a Turquia começou a grande ritmo e foi difícil encontrar a fuga do dia. Ao km 15, o pelotão estava ainda compacto e foi Jasper Philipsen a vencer o primeiro sprint intermédio, com Patrick Bevin (Israel – Premier Tech) a ser segundo e a ganhar mais 2s a Sepulveda na classificação geral. A única contagem de montanha do dia surgiu ao km 38.6 e foi o norte-americano Noah Granigan (Wildlife Generation Pro Cycling) a passar na frente, garantindo o regresso à liderança da classificação dos trepadores.

A fuga do dia estabeleceu-se apenas ao km 60, com um grupo de cinco corredores composto por Ahmet Orken (Wildlife Generation Pro Cycling), Lucas de Rossi (China Glory Continental Cycling Team), Alessandro Santaromita (Bardiani – CSF – Faizane), Mykhaylo Kononenko (Sakarya BB Pro Team) e Burak Abay (Spor Toto Cycling Team) a conseguir escapar ao pelotão. A vantagem dos escapados chegou a ser de 4:30, mas foram sempre controlados pelas equipas com maiores intenções à etapa e à classificação geral.

O grupo acabou alcançado ainda com bastantes kms por percorrer, e com 70km para o fim uma nova situação de corrida se formou, com uma nova fuga composta por Vojtech Repa (Equipo Kern Pharma), Julian Borresch (Saris Rouvy Sauerland Team), Edgar Nieto (Spor Toto Cycling Team), Onur Balkan e Batuhan Ozgur (Sakarya BB Pro Team). Oguzhan Tiryaki (Spor Toto Cycling Team) ainda esteve em posição intermédia, mas acabou depois alcançado pelo pelotão, já na companhia de Nieto, que também não resistiu ao ritmo da frente.

A 49km do fim, Ozgur venceu o último dos sprints intermédios, para garantir que iria subir ao pódio como o novo líder da classificação secundária. O pelotão tinha ainda 3min de espaço para fechar, o que acabou por conseguir fazer com 9km para o fim, encaminhando-se depois para a decisão da etapa, com o final inclinado a prometer fazer diferenças entre os candidatos.

A Israel – Premier Tech surgiu na frente e liderou o pelotão na primeira metade da colina final, mas ficou sem elementos para completar o trabalho para Bevin. Foi a Lotto Soudal quem surgiu no km e meio final, ganhando velocidade na pequena descida que levou o pelotão para os últimos 800m, em subida. Jasper de Buyst fez um trabalho perfeito para Ewan, que disparou sem dificuldade para o triunfo, com Philipsen a recuperar até à segunda posição, passando van Poppel nos últimos 25m, após uma má colocação para o sprint.

Eduardo Sepulveda (Drone Hopper – Androni Giocatolli) terminou no primeiro grupo e manteve a liderança da classificação geral, agora com 10s de vantagem sobre Patrick Bevin, que foi quarto. Jasper Philipsen segue no comando da classificação por pontos, Noah Granigan está de regresso à liderança da montanha e o turco Batuhan Ozgur é o novo líder da classificação dos sprints intermédios.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock