Caleb Ewan vence a etapa 5 do Benelux Tour!

O australiano Caleb Ewan (Lotto Soudal) venceu a quinta etapa do 17º Benelux Tour, uma ligação de 188km entre Riemst e Bilzen, batendo ao sprint o italiano Sonny Colbrelli (Bahrain -Victorious) e o neerlandês Danny Van Poppel (Intermaché – Wanty – Gobert).

A quinta jornada do Benelux Tour prometia trazer uma etapa animada, com o pelotão a enfrentar uma série de muros, alguns por mais que uma vez, assim que entrassem no circuito local. Os ataques foram surgindo ao longo dos primeiros kms, mas só com 18km percorridos é que o a fuga do dia se formou, com Hugo Houle (Astana – Premier Tech), Jack Bauer (Team BikeExchange) e Casper Pedersen (Team DSM) a destacarem-se sobre o pelotão.

A vantagem dos escapados manteve-se estável nos 2:00 durante muito tempo, e o pelotão pareceu confortável com isso, não fazendo esforços para alcançar os ciclistas adiantados muito cedo. A 64km do final, Arjen Livyns (Bingoal Pauwels Sauces WB) atacou para o sprint intermédio, passando na quarta posição para defender a sua liderança.

A 46km do fim, Victor Campenaerts (Team Qhubeka NextHash) aumentou o ritmo no pelotão. 2km depois, Jasper Stuyven (Trek – Segafredo) atacou e foi seguido por Maciej Bodnar (Bora – Hansgrohe), Gianni Vermeersch (Alpecin – Fenix), Timo Roosen (Jumbo – Visma) e Victor Campenaerts. Os cinco não ficaram muito tempo como intermédios, mas uma pequena aceleração partiu o pelotão e pôs o líder da geral, Stefan Bissegger (EF Education – Nippo), em dificuldades. Soren Kragh Andersen (Team DSM) sofreu uma queda, mas conseguiu continuar.

A fuga da etapa 5 do Benelux Tour

A 32km do fim, a Deceuninck – Quick Step aumentou o ritmo na frente do pelotão. 2km depois, Hugo Houle perdeu o contacto com a frente da corrida, que ficou reduzida a dois ciclistas. A 23km do fim, Houle foi alcançado e Stuyven voltou a acelerar, colocando alguns ciclistas em dificuldades. Os dois da frente tinham 1:00 de vantagem sobre o pelotão, onde Ben Swift (Ineos Grenadiers) e Edward Theuns (Trek – Segafredo) atacavam, mas sem conseguirem ganhar um espaço importante.

A 11km da meta, os dois na frente foram alcançados e, no Keiberg, Kasper Asgreen (Deceuninck – Quick Step) acelerou na frente do pelotão e foi seguido por vários ciclistas. Matej Mohoric (Bahrain – Victorious) atacou no final da subida e foi seguido por Asgreen, mas os dois não ganharam um espaço importante. A 9.5km da meta, Asgreen sofreu um problema na corrente, que ele mesmo resolveu. Os seus colegas de equipa esperaram por ele, mas estava já a 20s do pelotão. A 8.3km da meta, Stefan Bissegger perdeu efetivamente o contacto com o pelotão devido ao forte ritmo da Bahrain Victorious.

A 4.2km da meta, Gianni Moscon (Ineos Grenadiers) atacou, mas a Bahrain não o deixou ganhar um espaço importante. Asgreen estava sozinho e tentava reentrar no pelotão. No último km, Mohoric estava na frente do pelotão a preparar o sprint para Sonny Colbrelli. A aceleração de Mohoric provocou um corte no pelotão, onde os únicos que o seguiram foram Colbrelli, Peter Sagan (Bora – Hansgrohe), Caleb Ewan, Danny Van Poppel e Jasper Stuyven. Colbrelli lançou o sprint com Sagan na sua roda, mas vindo de trás Ewan passou por Sagan e nos últimos metros passou por Colbrelli para vencer a quinta etapa do Benelux Tour. Danny Van Poppel foi terceiro. Kasper Asgreen chegou a 42s.

Stefan Kung (Groupama – FDJ) é o novo líder da classificação geral, Tim Merlier (Alpecin – Fenix) mantém a liderança da classificação por pontos e Arjen Livyns (Bingoal Pauwels Sauces WB) mantém a liderança da classificação dos sprints intermédios.

Os metros finais

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock