Caja Rural faz a dobradinha com Orluis Aular e Iuri Leitão em Sines na primeira etapa da Volta ao Alentejo!

A Caja Rural – Seguros RGA entrou na Volta ao Alentejo da melhor forma, com uma dobradinha do venezuelano Orluis Aular e do português Iuri Leitão, primeiro e segundo na etapa inaugural da corrida, após 176.7km entre Vendas Novas e Sines. O pódio ficou completo com outro venezuelano, Leangel Linarez, seguido do seu colega de equipa João Matias (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados).

Com partida em Vendas Novas, a primeira etapa da Volta ao Alentejo começou por ser muito atacada e o pelotão viu desde cedo vários corredores tentarem sair, mas sempre sem sucesso. A primeira contagem de montanha, ao km 24.4, viu César Fonte (Kelly – Simoldes – UDO) a distanciar um pouco para passar na frente e garantir a pontuação máxima, mas rapidamente a ser alcançado.

Pouco depois, a poucos kms da primeira meta volante, em Alcáçovas, Fábio Oliveira e Venceslau Fernandes (ABTF – Feirense) conseguiram destacar-se do pelotão e ganhar cerca de 30 segundos. A resposta surgiu logo à frente com Tiano da Silva (ProTouch), César Fonte e Rodrigo Caixas (LA Alumínios / Credibom / Marcos Car) a colocarem-se em posição intermédia e o pelotão a abrandar, finalmente, o ritmo. O sprint intermédio foi ganhou por Venceslau, e rapidamente se deu a junção de grupos logo após a meta volante.

Com o pelotão conformado, o grupo da frente chegou a ter quase 4:00 de diferença, mas sempre com a Euskaltel – Euskadi atenta. A segunda contagem de montanha do dia, ao km 78.3, foi ganha por Rodrigo Caixas, que assim abriu a disputa com Cesar Fonte pela camisola verde. Caixas seguia intratável na dianteira e vencia também a meta volante ao km 100.3, e a terceira e última contagem de montanha, ao km 114.3, para se colocar na liderança virtual de ambas as classificações. A meta volante de Santiago do Cacém, ao km 127.1, era ganha por Cesar Fonte, com Caixas em segundo a garantir a liderança desta classificação secundária.

À medida que os quilómetros foram passando, a fuga foi pendendo força e gás, sempre com grande esforço da equipa basca a puxar pelo pelotão. A 20kms da meta, o quarteto da frente era alcançado, já que entretanto Tiano da Silva tinha desistido de rolar na frente. A Atum General – Tavira – AP Maria Nova Hotel seguia também na cabeça do pelotão, comandando com a equipa basca da Euskaltel. No final, foi a estratégia da Caja Rural a dar certo, apesar de uma queda à entrada do km final ter desfeito o pelotão, com uma dobradinha de Aular e Leitão a coroar um final dominador da equipa espanhola.

Orluis Aular é assim o primeiro líder da geral e dos pontos, com Iuri Leitão na segunda posição a 4s, seguido de Rodrigo Caixas, também a 4s, ele que beneficiou da conquista de várias bonificações ao longo das metas volantes do dia. Caixas lidera as classificações da montanha, das metas volantes, e ainda da juventude!

O final ao sprint

Vídeo da chegada

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock