Brilho intenso de ‘Bling’ na Bretagne Classic!

O australiano Michael ‘Bling’ Matthews, da Team Sunweb, triunfou na 84ª Bretagne Classic – Ouest-France, batendo num sprint reduzido o esloveno Luka Mezgec (Mitchelton-Scott), segundo classificado, e o francês Florian Sénéchal (Deceuninck-Quick Step), que fechou na terceira posição.

A clássica francesa disputou-se ao longo de 247.8 km, com partida e chegada em Plouay, localidade que por estes dias acolhe também os campeonatos europeus de ciclismo de estrada. O dia antevia-se duro, com muitos km para serem percorridos e um elevado número de ascensões curtas e não muito íngremes, mas que prometiam ser decisivas especialmente após muitos km em cima da bicicleta.

A primeira movimentação do dia teve como protagonistas seis corredores: Remi Cavagna (Deceuninck-Quick Step), Floris De Tier (Alpecin-Fenix), Joey Rosskopf (CCC Team), Will Clarke (Trek-Segafredo), Zhandos Bizhigitov (Astana), e Alexander Cataford (Israel Start-Up Nation). O grupo de fugitivos conseguiu alcançar uma vantagem de três minutos, com o ritmo a ser controlado no pelotão por equipas como a EF Pro Cycling e a UAE-Team Emirates.

A fuga tinha os dias contados, o que motivou ataques no grupo da frente, em particular de Cavagna. Não obstante as tentativas do francês, a 45 km do final, a fuga foi eliminada. Os muitos ataques que já se vinham a verificar intensificaram-se e, por duas ocasiões, pequenos grupos conseguiram isolar-se. Os constantes aceleramentos do pelotão para eliminar estas fugas significaram uma redução drástica do número de ciclistas no grupo principal. A cerca de 13 km do final, apenas cerca de 40 corredores permaneciam na discussão da corrida.

A UAE-Team Emirates ia eliminando as várias tentativas de ataque, na tentativa de preparar a chegada para Jasper Philipsen. Contudo, na última subida, Sénéchal atacou, o que obrigou a Sunweb a colocar a carne toda no assador. Destaque-se o grande trabalho do jovem holandês Nils Eekhoff na perseguição a Sénéchal, o que causou um fracionamento ainda maior do pelotão e sufocou os potenciais adversários de Matthews para o sprint final. Eekhoff chegou mesmo a distanciar-se do grupo por momentos, alcançando Cavagna, mas abrandou o ritmo o suficiente para permitir a chegada de Matthews.

No sprint final, Mezgec arrancou primeiro mas ‘Bling’ seguiu na roda do esloveno, arrancando depois para uma vitória sem dificuldade de maior. Apesar do esforço despendido, Sénéchal conseguiu ainda fechar na terceira posição.

No grupo principal seguia ainda o português Ruben Guerreiro, da EF Pro Cycling, fechando na 29ª posição. Rui Costa e Ivo Oliveira, da UAE-Team Emirates, não terminaram a corrida, certamente com os olhos postos na corrida de amanhã, a contar para o título europeu de fundo. Foi, no entanto, um dia de muito trabalho, especialmente para Ivo Oliveira, em prol dos interesses da equipa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

António Morgado vence Gipuzkoa Klasika!

O corredor português António Morgado (Bairrada) venceu no passado domingo a clássica de Gipuzkoa em bicicleta, prova UCI do escalão de juniores, em Urretxu, com outros dois companheiros de equipa também integrados no top 10. António, com 17 anos, vence a 26ª edição da prova, depois Carlos Rodriguez (agora Ineos) e Juan Ayuso (agora UAE), […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock