Bissegger dizima concorrência e é o novo líder do Benelux Tour!

O suíço Stefan Bissegger (EF Education – Nippo) venceu a segunda etapa do Benelux Tour, um contrarrelógio individual de 11.1km em Lelystad, aniquilando por completo todos os adversários! No segundo lugar terminou o italiano Edoardo Affini (Jumbo – Visma), a 15s, e em terceiro o suíço Stefan Kung (Groupama – FDJ), a 20s.

Em dia de contrarrelógio, na primeira etapa em que os principais candidatos seriam postos à prova, era mais do que certo que importantes diferenças se iriam marcar na luta pela classificação geral. Bons tempos de referência começaram a cair desde cedo, mas foi o 12:39 do norte-americano Brandon McNulty (UAE Team Emirates) que estabeleceu uma importante referência e lhe deu mais de 1h sentado na cadeira quente.

Vários foram os ciclistas que ficaram perto de McNulty e até o próprio Remco Evenepoel (Deceuninck – Quick Step) ficou aquém, com um modesto 12:47, que lhe daria a 18ª posição final. Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates) também não foi capaz de bater o colega de equipa e fechou em 12:54, um tempo que lhe deu a 23ª posição final.

Logo a seguir à chegada de Evenepoel, o melhor tempo seria batido, com Edoardo Affini a voar para um tempo de 12:23 e assumir a liderança provisória do contrarrelógio, estabelecendo um tempo 16s mais rápido que McNulty! Tom Dumoulin (Jumbo – Visma) e Soren Kragh Andersen (Team DSM) foram chegando, e estabeleceram tempos muito bons, mas que não chegaram para bater o italiano. Ainda assim, colocaram-se na segunda e terceira posição provisórias, com 12:31 e 12:39, respetivamente.

Foi só 40 minutos depois de Affini chegar que o seu tempo seria batido, com Stefan Bissegger a voar autenticamente para terminar em 12:08, e ser o único ciclista a baixar dos 12:20! Ninguém mais seria capaz de bater o suíço da EF, nem mesmo o seu compatriota Stefan Kung, que chegou em 12:28. Kasper Asgreen (Deceuninck – Quick Step) ficaria também muito perto do pódio, com o quarto melhor tempo em 12:29, assim como o alemão Max Walschied (Qhubeka NextHash), com o quinto tempo em 12:30.

Os primeiros à geral não fariam mossa aos tempos já estabelecidos, com a maioria a serem sprinters que não têm capacidade para se defenderem em contrarrelógios, pelo que perderam bastante tempo que seria importante para manterem as primeiras posições.

Com o triunfo, Bissegger é agora o novo líder da classificação geral e dos pontos, enquanto Arjen Livyns (Bingoal Pauwels Sauces WB) lidera a classificação dos sprints intermédios.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock