Biniam Girmay vence pela primeira vez pela Wanty na Classic Grand Besançon Doubs!

O eritreu Biniam Girmay (Intermaché – Wanty – Gobert) venceu a Classic Grand Besançon Doubs, uma prova de 172.4km entre Besançon e Marchaux, batendo ao sprint o italiano Andrea Vendrame (AG2R Citroen Team) e o francês Axel Zingle (Cofidis).

A Classic Grand Besançon Doubs começou com um ritmo alto. Johan Meens (Bingoal Pauwels Sauces WB), Marlon Gaillard (Team TotalEnergies), Thomas Acosta (EvoPro Racing) e Arthur Blanc (Swiss Racing Academy) atacaram e conseguiram 15s de vantagem. Uns kms depois, Adrien Guillonnet (St Michel Auber 93), Mattia Bevilacqua (Vini Zabu) e Dillon Corkery (EvoPro Racing) saíram do pelotão e seguiram intermédios.

A 161km do fim, Meens passou em primeiro no sprint intemédio. 4km depois, Meens foi o primeiro a passar no alto da primeira contagem do dia. A esta mesma altura, o grupo intermédio chegou ao grupo da frente e a fuga ficou a ser composta por sete ciclistas. A diferença entre a fuga e o pelotão aumentou para 4:30. 5km depois a vantagem da fuga aumentou para 6:20 sobre o pelotão que era comandado pelo AG2R Citroen Team.

A 112km do fim, a diferença entre a fuga e o pelotão, já havia diminuído para 3:35. No segundo sprint intermédio do dia, Corkery foi quem levou a melhor. No pelotão, AG2R Citroen Team e a Intermaché – Wanty – Gobert aumentavam o ritmo. A 79km do fim, Corkery foi o primeiro a passar no alto da segunda contagem do dia. Já no pelotão, Thomas Champion (Cofidis) tentou sair, mas não conseguiu ganhar um espaço importante.

A fuga da Classic Grand Besançon Doubs.

A 72km do fim, Guillonnet perdeu o contacto com a frente da corrida, que tinha uma vantagem de 2:10. 14km depois, Alexis Guérin (Team Vorarlberg) saiu do pelotão, mas não conseguiu ficar mais de 5km como intermédio devido ao forte ritmo da AG2R Citroen Team e da Intermaché – Wanty – Gobert. A 44km do fim, a vantagem da fuga era de 1:35 e quanto mais kms eram percorridos, menor era a diferença entre a fuga e o pelotão.

A 34km do fim, a fuga foi alcançada e a Groupama – FDJ decidiu acelerar no pelotão. A 20km do fim, Matteo Badilatti (Groupama – FDJ) passou em primeiro no último sprint intermédio do dia. Na última contagem do dia, Nairo Quitana (Team Arkéa Samsic) atacou e foi seguido por Thibaut Pinot (Groupama – FDJ), Andrea Vendrame e Biniam Girmay. Mais tarde, os quatro receberam a companhia de Axel Zingle, Luca Chirico (Androni Giocattoli – Sidermec) e Denis Nekrasov (Gazprom – RusVelo). Quintana foi o primeiro a passar no alto da última contagem do dia.

Os sete conseguiram ganhar uma vantagem de 25s sobre o pelotão. A 8km do fim, Nairo Quintana atacou e conseguiu um vantagem de 5s. Girmay e Vendrame chegaram muito facilmente a Quintana. O trio seguiu na frente mas tinha Pinot e Zingle a 10s. Chirico e Nekrasov cederam e seguiam a 25s do trio. No último km, o trio começou a marcar-se e recebeu a companhia de Zingle e Pinot. O sprint lançou-se e Girmay foi o mais forte para vencer a clássica, conseguindo a primeira vitória da temporada e a primeira pela Intermaché – Wanty – Gobert. Andrea Vendrame foi segundo e Axel Zingle terceiro.

O português José Gonçalves (Delko) foi 91ºa 9:35.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock