Besouro continua história de amor com o solo espanhol!

O esloveno Primoz Roglic, da Jumbo-Visma, venceu o contrarrelógio de abertura da Itzulia Basque Country, a Volta ao País Basco, deixando o belga Remco Evenepoel na segunda posição, a 5 segundos, e o francês Remi Cavagna no terceiro posto, a 16 segundos, ambos da Quick-Step Alpha Vinyl. Com esta vitória, Rogla garante a liderança da prova logo ao primeiro dia, começando da melhor forma a defesa do título conquistado no ano passado. De notar que o Besouro de Trbovlje venceu os últimos 8 (!) contrarrelógios que disputou em solo espanhol, quatro no País Basco e outros quatro na Volta a Espanha!

Nelson Oliveira foi o melhor português, ficando no 13º lugar, a 25 segundos de Rogla.

A primeira etapa da Volta ao País Basco apresentava um crono de 7.5 km, num percurso com algumas subidas e algumas zonas técnicas.

Um dos primeiros tempos de referência do dia foi alcançado pelo jovem britânico Ben Tulett, da Ineos Grenadiers, com um registo de 10.09. Pouco depois, chegava um dos melhores contrarrelogistas do pelotão, o português Nelson Oliveira, fazendo o segundo melhor tempo, apenas 4 segundos mais lento do que Tulett.

O melhor tempo viria depois a cair, novamente por intermédio de um corredor britânico da Ineos, no caso Adam Yates, com 10.06. Como não há duas sem três, o senhor que se segue foi mais um Ineos das ilhas britânicas, mas agora do País de Gales: Geraint Thomas, que bateu o melhor tempo por apenas 16 centésimos de segundo!

Chegávamos à fase das decisões, com os grandes favoritos a fazerem-se à estrada. E, de facto, os grandes nomes não deixaram os seus créditos por mãos alheias. Remi Cavagna, da Quick-Step, estabeleceu o melhor registo à chegada, com 10.04, e depois foi a vez do seu companheiro de equipa, Remco Evenepoel, que foi o primeiro a baixar da barreira dos 10 minutos, fechando com 9.53.

A missão de Evenepoel parecia estar perto do sucesso, com o grande rival, Primoz Roglic, a rodar no segundo posto, no ponto de cronometragem intermédio. No entanto, Rogla rodava no mesmo segundo do rival belga, pelo que estava tudo em aberto para a segunda metade do percurso.

E na fase derradeira do percurso, Roglic mostrou que o solo espanhol é mesmo talismã para ele, conseguindo terminar no primeiro posto, com um tempo de 9.48, melhor que Evenepoel por 5 segundos. Desta forma, o líder da Jumbo-Visma é o primeiro líder da prova.

Quanto aos portugueses, Nelson Oliveira (Movistar) fechou num excelente 13º posto, a 25 segundos de Roglic, Ruben Guerreiro (EF Education – EasyPost) foi 34º, a 35 segundos, e André Carvalho (Cofidis) fechou na 133ª posição, a 1:12 do vencedor.

Amanhã disputa-se a etapa 2, com 207.6 km, entre Leitza e Viana, num dia de média montanha que trará o primeiro teste à liderança do Besouro!

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock