Benjamin Thomas vence Etoile de Besseges! Filippo Ganna triunfa no contrarrelógio final!

O italiano, Campeão do Mundo de contrarrelógio, Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) venceu o contrarrelógio final da Etoile de Besseges, cumprindo os 10.6km do percurso em Alés, com chegada em alto, em 15:32, batendo o dinamarquês Mads Pedersen (Trek – Segafredo) por 7s e o francês, líder da geral, Benjamin Thomas (Cofidis) por 10s.

Em dia de contrarrelógio decisivo na Etoile de Besseges, Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) foi o segundo a ir para a estrada e o português acabou por marcar o melhor tempo à chegada com 16:57. Rapidamente o seu tempo seria batido, comprovando que a forma do jovem contrarrelogista português ainda precisa de ser apurada depois da grave queda sofrida no Critérium du Dauphiné 2021, que o retirou da restante temporada.

Joel Suter (UAE Team Emirates), companheiro de equipa de Ivo, bateria o seu tempo, com Magnus Cort (EF Education – EasyPost) e Morten Hulgaard (Uno-X Pro Cycling Team) a suplantarem o suíço por margens bastante reduzidas! Rapidamente chegaria também Ganna, com um tempo canhão de 15:32 que até final não seria superado! Bauke Mollema (Trek – Segafredo) seria o primeiro a desafiar o italiano, mas perderia por 11s.

Pouco depois chegava o primeiro líder da Etoile de Besseges, Mads Pedersen, que se colocava na segunda posição, a apenas 7s de Ganna. Jay Vine (Alpecin – Fenix), Diego Ulissi (UAE Team Emirates) e Clement Champoussin (AG2R Citroen Team) defendiam-se também muito bem, perdendo pouco mais de 20s para o italiano que se cimentava cada vez mais na primeira posição.

Filippo Ganna venceu o contrarrelógio final.

Thibault Guernalec (Arkea – Samsic) e Pierre Latour (TotalEnergies) chegavam a menos de 20s, ameaçando entrar no top3 da classificação geral, mas o pódio estava também prestes a terminar. Tobias Johannessen (Uno-X Pro Cycling Team) era o primeiro, e perdia algum tempo, que o retirava definitivamente da vitória final, fechando com mais 34s que o italiano. Alberto Bettiol (EF Education – EasyPost) gastava mais 19s, colocando-se na quinta posição e pressionando Benjamin Thomas, mas o Campeão Francês fez jus à camisola que envergou e cavalgou para fechar na terceira posição e garantir o triunfo na geral final.

Com o tempo obtido, Ivo Oliveira acabaria por fechar o dia em 75º, a 1:26 de Ganna, terminando em 122º na geral.

Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) optou por não partir, de modo a recuperar das mazelas da queda sofrida na terceira etapa.

Benjamin Thomas (Cofidis) é o grande vencedor da 52ª Etoile de Besseges, com Johannessen, terceiro da geral, a ser o melhor jovem! Mads Pedersen resgatou a classificação por pontos, e Jay Vine conseguiu terminar como o vencedor da classificação da montanha.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock