Bauhaus bate Hodeg e é o primeiro líder da Volta à Polónia! João Almeida 13º!

O alemão Phil Bauhaus, da Bahrain-Victorious, venceu a 1ª etapa do Tour de Pologne, batendo ao sprint o colombiano Álvaro Hodeg, da Deceuninck-Quick Step, com o 3º posto a ficar para o francês Hugo Hofstetter, da Israel Start-Up Nation. Com esta vitória, Bauhaus garante a primeira liderança da prova polaca, com 4 segundos de avanço sobre Hodeg.

A 1ª etapa do 78º Tour de Pologne apresentava uma jornada de 216.4 km, entre Lublin e Chelm, num percurso relativamente suava, embora na primeira metade os ciclistas encontrassem três contagens de montanha de terceira categoria. Adivinhava um final ao sprint, pese a chegada técnica e em subida que poderia baralhar as contas de alguns dos homens mais rápidos.

No início da tirada formou-se a fuga do dia, com o ataque de três corredores: Yevgeniy Fedorov (Astana-Premier Tech), Sean Bennett (Qhubeka NextHash), e Michał Paluta (Seleção Nacional Polaca). Com a Deceuninck-Quick Step, formação do dorsal nº 1 , João Almeida, a tomar conta do grupo principal, a fuga teve liberdade para sair, conseguindo ganhar uma margem de quase 7 minutos ao fim de 20 km de corrida.

No primeiro sprint intermédio do dia, o primeiro a passar foi Fedorov, enquanto Paluta foi o mais forte na primeira contagem de montanha. Depois seguiu-se mais um prémio de montanha e um sprint intermédio, em ambas as ocasiões com Fedorov a ser primeiro.

Após a folga dada aos fugitivos nos quilómetros iniciais, o pelotão rapidamente começou a recuperar o tempo perdido e, com 147 km para o final, apenas 2:42 separavam a fuga do pelotão, onde a UAE-Team Emirates colaborava com a Quick Step no trabalho de perseguição. Nos quilómetros seguintes, a margem entre os dois grupos variou entre os 2 e os 3 minutos, com o pelotão a controlar de perto os fugitivos.

Na terceira e última contagem de montanha do dia, ainda a 111 km da meta, o melhor foi Paluta, e pouco depois, no terceiro sprint intermédio da jornada, o polaco voltou a ser primeiro.

A margem para o pelotão ia diminuindo gradualmente, adivinhando-se o sprint massivo em Chelm. Com a margem em cerca de 1 minuto, com 50 km para a meta, começaram os ataques no grupo principal, com vários ciclistas a perceber que podia haver margem para uma fuga tardia. No entanto, com 45 km para o final, todo o pelotão estava agrupado.

Dentro dos 35 km finais, os ataques continuaram, formando-se novo grupo de fugitivos, com três homens: Jos van Emden (Team Jumbo-Visma), Tom Scully (EF Education-Nippo), e Antoine Duchesne (Groupama-FDJ), que conseguiu alcançar uma margem de 40 segundos sobre o grupo principal. O ritmo imposto por Bahrain Victorious, Deceuninck-QuickStep e UAE Team Emirates acabou por ser demais para os atacantes, que foram recolhidos com 14 km para a meta.

No início da preparação da chegada ao sprint, formações como a Lotto Soudal, a Trek-Segafredo, e a Ineos Grenadiers tomaram conta da frente do pelotão. A formação britânica foi a primeira a entrar na zona de empedrado que dava acesso à meta, com os ataques a continuarem sem quartel, mas sempre sem sucesso.

Nas secções técnicas do final, Remi Cavagna (Quick-Step) tomou a dianteira do pelotão, entrando na frente na secção de pavé dos 800 m finais.

Depois, na discussão do sprint, Matej Mohoric (Bahrain-Victorious) atacou a 400 m da meta, sem sucesso, seguindo-se Álvaro Hodeg, com o sprinter da Quick-Step a lançar o seu ataque a 300 m do risco! O sprint do colombiano parecia bem medido, mas na roda dele seguia o alemão da Bahrain, Phil Bauhaus, que com uma pedalada vigorosa e com uma precisão teutónica ultrapassou Hodeg sem piedade para uma excelente vitória!

Assim, Bauhaus é o primeiro líder da Volta à Polónia, com 4 segundos de avanço sobre Hodeg.

João Almeida terminou integrado no pelotão, bem perto da frente, no 13º posto, e é 15º na geral, a 10 segundos de Bauhaus.

Amanhã corre-se a segunda etapa da Volta à Polónia, com uma jornada de 200.8 km, entre Zamość e Przemyśl, num dia predominantemente plano, mas com um final em subida que promete espetáculo!

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock