As leis de Spratt

A australiana Amanda Spratt (Mitchelton-Scott) venceu hoje a segunda etapa do Tour Down Under, uma ligação de 114.9km entre Murray Bridge e Birdwood, deixando a norte-americana Ruth Winder (Trek-Segafredo) na segunda posição e a alemã Liane Lippert (Sunweb) em terceiro. Spratt venceu em 3h04’27”, um tempo que lhe permitiu subir à liderança da classificação geral, somadas as bonificações de vitória de etapa e sprints intermédios.

A etapa começou a um ritmo muito rápido, sem que alguma fuga pudesse vingar na primeira parte da etapa. Ao km29 o pelotão ainda rolava compacto, tendo Anastasiia Chursina (Ale BTC Ljubljana) vencido o sprint intermédio que ali se situava. A etapa prosseguiu sem que alguém conseguisse ganhar vantagem ao pelotão e ao km80 foi Leah Kirhcmann (Sunweb) a vencer o segundo sprint intermédio do dia.

A partir daí a Mitchelton-Scott pegou na corrida, e ainda antes da única subida categorizada do dia, a corrida partiu, com Amanda Spratt a isolar-se com as colegas de equipa Grace Brown e Lucy Kennedy, e com Ruth Winder e Liane Lippert. Atrás delas, vários grupos se formavam, com a corrida a partir completamente e o quinteto da frente a ganhar cada vez mais vantagem.

Quando chegamos à subida categorizada, o quinteto passou a trio, e Lippert tratou de assegurar a liderança da montanha para ela. As três líderes entraram no quilómetro e meio final com quase 1’20” de vantagem, e a partir daqui o jogo do gato e do rato começou, ninguém queria assumir a liderança do trio para o sprint, pois a liderança da geral estava também em jogo. Grace Brown, que circulava intermédia, esteve quase a alcançar o trio já nos 150 metros finais, mas as três líderes lançaram-se ao sprint, com Spratt a bater a concorrência e a subir à liderança da geral. Os grupos que perseguiam tinham-se agrupado de novo, mas uma série de ataques no final acabou por partir também o novo pelotão em alguns segundos nos metros finais.

Spratt é assim a nova líder da geral, enquanto Kirchmann salta para o comando da classificação por pontos e Lippert assume a liderança da montanha e da juventude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock