André Domingues é o vencedor da Volta a Portugal do Futuro!

André Domingues (Efapel) é o sucessor de Emanuel Duarte a conquistar a Volta a Portugal do Futuro! O corredor português vestiu a camisola pela primeira vez depois do 2º lugar na etapa da manhã, e aguentou a liderança no contrarrelógio individual, onde voltou a ser 2º classificado.

A última etapa em linha foi conquistada pelo espanhol José Ignácio Galvez (Essax), numa luta na Senhora da Penha. A etapa, apesar de curta, foi muito dura e rápida. O líder da geral à entrada para a jornada, Rodrigo Caixas (LA Alumínios – LA Sport) foi dos primeiros a ceder, logo na subida de 2ª categoria em Cabeço de Mouro, ao km 16,6, pagando o esforço da fuga do dia anterior. Pedro Miguel Lopes (Kelly – Simoldes – UDO), André Domingues e Romaric Forques (Essax) foram dos mais atacantes, mas o grupo do camisola amarela conseguiu neutralizar o ataque antes da dupla escalada à Senhora da Penha.

Já na fase final, livre por ter uma grande diferença e não entrar nas contas da geral, José Ignácio Galvez aproveitou a situação da melhor forma, isolando-se para ganhar em solitário. Entre os favoritos, André Domingues mostrou estar em grande forma e cruzou a meta 19 segundos depois. Pedro Miguel Lopes, a 28 segundos do primeiro, ficou na 3ª posição, o que o colocou a 8 segundos da liderança, agora no corpo de André Domingues.

No contrarrelógio, a luta estava entre os principais homens da geral. Depois de encurtarem o contrarrelógio pela metade, foi Tiago Leal (Sicasal/Miticar/Torres Vedras) o corredor mais forte, ao terminar os 3.9km em 7:20. André Domingues, que tinha uma vantagem de 8 segundos a defender, fez mais do que apenas defender-se e acabou por tirar ainda mais tempo aos seus adversários, com o segundo lugar na etapa a apenas 3s do vencedor.

André Domingues terminou a sua primeira Volta a Portugal do Futuro com uma vantagem de 19s sobre o francês Romaric Forques, que aproveitou o contrarrelógio para subir ao segundo posto da geral, enquanto Pedro Miguel Lopes terminou em terceiro, a 21 segundos do vencedor.

O camisola amarela venceu ainda a classificação da juventude, enquanto Pedro Miguel Lopes foi o melhor na geral por pontos. Francisco Guerreiro (Sicasal / Miticar / Torres Vedras) foi coroado rei dos trepadores, e por equipas a LA Alumínios – LA Sport conquistou o título.

Classificações da Etapa 4

Classificações da Etapa 5 e Finais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock