Alexander Kristoff conquistou a primeira vitória da temporada na Clasica de Almeria!

O norueguês Alexander Kristoff (Intermaché – Wanty – Gobert) venceu a 35ª edição da Clasica de Almeria, corrida com 188.2km entre El Ejido e Roquetas de Mar, batendo ao sprint o francês Nacer Bouhanni (Team Arkéa Samsic) e o italiano Giacomo Nizzolo (Israel – Premier Tech).

A Clasica de Almeria começou com um ritmo bastante baixo. Só com quase 40km percorridos é que Lukas Postlberger (Bora – Hansgrohe), Xabier Azparren (Euskaltel – Euskadi) e Gilles de Wilde (Sport Vlaanderen – Baloise) conseguiram escapar e formar a fuga do dia, conseguindo desde logo uma boa vantagem sobre o pelotão.

A 137km do fim, na contagem do Alto de Celín, Asparren foi o primeiro a passar no alto. A fuga tinha uma boa vantagem sobre o pelotão, que parecia estar a aumentar o ritmo. A 90km do fim, a TotalEnergies decidiu aumentar o ritmo no pelotão e a vantagem da fuga começou a descer, mas continuava sendo superior a 3:00.

Perfil da Clasica de Almeria

A 45km do fim, a diferença entre a fuga e o pelotão era de 2:15 e a Intermaché – Wanty – Gobert e a Israel – Premier Tech aumentaram o ritmo no pelotão. A 30km do fim, a Arkéa – Samsic acelerou no pelotão e a vantagem da fuga diminuiu para o 1:30. 2km depois, no sprint intermédio de Roquetas de Mar, Postlberger foi o mais forte.

A 24km da meta, a vantagem da fuga caiu para 1:10 devido ao elevado ritmo do pelotão, que já começava a ver os comboios surgirem para o sprint final. 6km depois, a fuga foi alcançada e a EF Education – EasyPost impunha um forte ritmo na cabeça do pelotão.

A 5km da meta, a UAE Team Emirates impunha um forte ritmo na frente do pelotão e apenas 700 metros depois, uma queda aconteceu, levando Oier Lazkano (Movistar) ao chão. A 2.7km da meta, a UAE Team Emirates, a Team Arkéa Samsic e a Israel Premier – Tech estavam na frente do pelotão. No último km, a Intermaché – Wanty – Gobert assumiu o controlo e Adrien Petit (Intermaché – Wanty – Gobert) fez o lançamento perfeito para Kristoff, que venceu assim a Clasica de Almeria. Bouhanni foi segundo e Nizzolo terceiro após ter sido mais forte que Stanislaw Aniolkowski (Bingoal Pauwels Sauces WB) nos metros finais.

O português André Carvalho (Cofidis) foi 77º a 22s. Iuri Leitão (Caja Rural – Seguros RGA) foi 99º a 2:25 e Daniel Viegas (EOLO – Kometa Cycling Team) foi 104º a 3:41.

Resultados Completos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock