A vitória merecida para António Carvalho!

O português António Carvalho (Efapel) venceu a etapa 7 da Edição Especial da Volta a Portugal, uma ligação de 161km entre Loures e Setúbal, batendo ao sprint os compatriotas Luís Fernandes (Rádio Popular – Boavista) e Luís Gomes (Kelly – Simoldes – UDO), ambos com o mesmo tempo do vencedor.

A etapa começou a ser atacada desde cedo, mas a primeira fuga com 16 elementos não sucedeu, e o pelotão voltou a rolar compacto ao km 13. A fuga acabou por surgir por volta do km 25, com Ángel Madrazo (Burgos – BH), Jon Irisarri (Caja Rural – Seguros RGA), Gavin Mannion (Rally Cycling), Anthony Delaplace (Team Arkéa – Samsic), Óscar Pelegrí (Feirense), Luís Gomes (Kelly – Simoldes – UDO), Marvin Scheulen (LA Alumínios) e Joaquim Silva (Miranda – Mortágua) a ganharem vantagem ao pelotão.

O pelotão deu-lhes cerca de 2:15, controlando-os sempre de perto, já na expectativa de verem os ataques a acontecer na subida ao Alto da Arrábida. Jon Irisarri passou na frente na contagem de quarta categoria em Carvalha, enquanto Luís Gomes ganhou 10pts nos dois primeiros sprints intermédios e se deixou voltar calmamente ao pelotão.

A fuga acabou alcançada a 24km da meta, com Angel Madrazo ainda a tentar seguir sozinho, mas sem sucesso, e o pelotão acelerou, ao comando da W52 – FC Porto. António Carvalho e Luís Fernandes atacaram a 18km da chegada, fragmentando completamente o pelotão, enquanto a W52 tentava perseguir mas não os conseguia alcançar, com o duo a cruzar o alto com 20s de vantagem sobre o pelotão.

O duo rolou com o melhor dos entendimentos descida fora, e aguentou-se na fase plana, enquanto o trabalho da W52 não via o tempo reduzir-se. Foi já no último km que os fugitivos começaram a ceder um pouco, e o pelotão se aproximou. António Carvalho acelerou para lançar o sprint, e Luís Fernandes saiu, ainda muito cedo, com 300m para o final. António aguentou-se na sua roda, e conseguiu passar o ciclista da Rádio Popular, para vencer e dar a segunda vitória à Efapel nesta Edição Especial. O pelotão alcançou os fugitivos mesmo sobre o risco de meta, mas Luís Gomes não conseguiu mais do que ser terceiro, mesmo em cima de Luís Fernandes no risco de meta.

Amaro Antunes foi nono, e vai partir de amarelo para o contrarrelógio final em Lisboa. Com o terceiro lugar e os pontos alcançados na fuga do dia, Luís Gomes garante desde já a vitória na classificação por pontos, juntando-se a Hugo Nunes que já havia garantido a vitória na montanha. Simon Carr continua como o melhor jovem desta edição.

No passatempo, nova vitória para Luís Fernandes, com Flávio Vale a aguentar-se na liderança da geral!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock