50km em solitário e Annemiek van Vleuten é a nova líder do Ceratizit Challenge!

A neerlandesa Annemiek van Vleuten (Movistar) venceu a terceira etapa do Ceratizit Challenge by la Vuelta, uma ligação de 107.9km entre a Estación Invernal Cabeza de Manzaneda e Pereiro de Aguiar e é a nova líder da corrida! O segundo lugar foi para a alemã Liane Lippert (Team DSM) e o terceiro para a polaca Katarzyna Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing), ambas a 2:48 da vencedora.

A terceira etapa do Ceratizit Challenge começou com um ritmo alto, sem que nenhuma ciclista fosse capaz de escapar ao pelotão, que era controlado pela Ale BTC Ljubljana, equipa da líder da classificação geral, a suíça Marlen Reusser. Os primeiros kms foram também marcados pelo abandono de Kristen Faulkner (Team TIBCO – Silicon Valley Bank), sétima classificada à geral, que era também uma das grandes candidatas a fechar no top5 final.

Ao km 24 surgiu a primeira fuga, com Alison Jackson (Liv Racing), Iliaria Sanguineti (Valcar – Travel & Service) e Amber Kraak (Jumbo – Visma), mas o trio não conseguiu ganhar grande espaço e ao km 30 o pelotão rolava já agrupado de novo. Pouco após o km 40 surgiria então a movimentação decisiva do dia, com um ataque no início de uma fase de descida a isolar Blanka Vas (Team SD Worx), Kasia Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing), Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo) e Annemiek van Vleuten. Um grupo perseguidor formou-se, rolando com 20s de atraso.

Menos de 5km depois, Borghini e Vleuten ficariam sozinhas, com Vas e Niewiadoma a perseguirem e a receberem a companhia de Marta Cavalli (FDJ Nouvelle – Aquitaine Futuroscope), Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing), Liane Lippert e Floortje Mackaij (Team DSM), e a líder da geral, Marlen Reusser, já a 35s de distância, com o pelotão a seguir a 1:35.

A 50km do final, Vleuten isolava-se e deixava Longo Borghini em posição intermédia, com o grupo de Reusser a perder já 1:35. Sabendo que sozinha não iria chegar de novo à dianteira, a Campeã Italiana deixou-se ser absorvida pelo grupo perseguidor, pouco depois. Apesar da colaboração no grupo intermédio, a vantagem não decrescia, e a 33km do final Vleuten tinha já 2:45 de vantagem. O pelotão seguia já a mais de 4:00.

A partir dos últimos 25km, as duas ciclistas da DSM foram deixando de colaborar no grupo, o que gerou dúvida e incerteza, acabando com a harmonia na perseguição, que já tinha reduzido a diferença para os 2:30. A vantagem de Vleuten voltou a crescer até final, ainda bateu nos 3:20, e só com o grupo já perto dos últimos 5km é que Reusser atacou, levando consigo Chabbey e Niewiadoma. O grupo voltaria a juntar pouco depois e a DSM atacou desta vez, com Lippert e Mackaij a isolarem-se com Niewiadoma e Longo Borghini. Nos metros finais, Lippert levou a melhor e foi segunda, com Niewiadoma a fechar na terceira posição. Marlen Reusser foi 9ª a 3:03 e é agora segunda na geral a 1:34 de Vleuten.

Entre as portuguesas, da Team Farto – BTC, Melissa Maia foi 99ª a 19:41 e Liliana Jesus foi 119ª a 29:38.

Annemiek van Vleuten é então a nova líder deste Ceratizit Challenge by la Vuelta, com Marlen Reusser a manter a liderança da classificação por pontos. A Canyon // SRAM Racing é a melhor equipa.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock