Marlen Reusser triunfa na etapa 2 e é a nova líder da Setmana Ciclista Valenciana!

A campeã suíça Marlen Reusser (Team SD Worx) venceu a segunda etapa da Setmana Ciclista Valenciana, uma ligação de 117km entre Borriol e La Vall d’Uixó, após protagonizar um grande ataque a 6km para a meta. A neerlandesa Marianne Vos (Team Visma | Lease a Bike) foi segunda e a francesa Evita Muzic (FDJ-Suez) terceira, ambas a 29s.

Fuga sem espaço para se consolidar

A segunda etapa da Setmana Ciclista Valenciana começou com um ritmo alto. Ao km 16, Imogen Cotter (Hess Cycling Team) atacou e isolou-se na frente da corrida. Cerca de 3km depois, Margot Vanpachtenbeke (VolkerWessels Women’s Pro Cycling Team) saiu do pelotão e juntou-se à irlandesa na frente da corrida. As duas conseguiram uma vantagem de 40s sobre o pelotão.

A 92km do fim, no primeiro sprint intermédio do dia, Vanpachtenbeke foi buscar a bonificação máxima. Olivia Baril (Movistar Team) ainda conseguiu ir buscar 1s de bonificação. 4km depois, as duas da frente foram alcançadas. Brodie Chapman (Lidl – Trek), uma gregária importante para as líderes da Trek, Gaia Realini e Shirin Van Anrooij, abandonou a corrida após uma queda em que foi de cara ao chão.

Favoritas ao ataque nas duas subidas do dia

A 55km do fim, novos ataques começaram a acontecer no pelotão, mas nenhuma ciclista conseguiu ganhar um espaço importante. Poucos kms depois, o pelotão entrou na primeira subida do dia, o Port d’Ain, com 14,5km a 2,6%. A Team dsm-firmenich PostNL impunha um ritmo alto e várias ciclistas começavam a perder o contacto. A 33km do fim, Josie Nelson (Team dsm-firmenich PostNL) foi a primeira a passar no topo do Port d’Ain.

A 27km do fim, as ciclistas entraram na última contagem do dia, o Port d’Eslida, com 5,1km a 6,2%. 3km depois, Kasia Niewiadoma (Canyon//SRAM Racing) acelerou e partiu o pelotão. A 22km da meta, Elise Chabbey (Canyon//SRAM Racing) atacou e foi a primeira a passar no alto. A suíça foi seguida por Marlen Reusser, Kasia Niewiadoma, Marianne Vos, Shirin Van Anrooij, Gaia Realini, Juliette Labous (Team dsm-firmenich PostNL), Nikola Noskova (Cofidis), Mavi Garcia (Liv AlUla Jayco) e Evita Muzic.

O vôo de Reusser

A cerca de 7km da meta, Mavi Garcia e Gaia Realini perderam o contacto com o grupo da frente, devido à aceleração de Elise Chabbey. 1km depois, Marlen Reusser atacou e ninguém seguiu a movimentação. Não havia uma cooperação perfeita no grupo perseguidor e a suíça manteve o seu ritmo para conquistar a sua primeira vitória da temporada. Marianne Vos foi a mais forte ao sprint do grupo perseguidor para ser 2ª a 29s. Evita Muzic conseguiu ser mais forte que Shirin Van Anrooij para ser terceira.

Mavi Garcia e Gaia Realini acabaram por ser as derrotadas do dia. As duas foram alcançadas por um terceiro grupo e ainda perderam o contacto com esse grupo, nos metros finais. A espanhola foi 23ª a 1:08 e a italiana 24ª a 1:10.

A portuguesa Daniela Campos (Eneicat – CM Team) foi 106ª, a 12:42. Na geral, Daniela é 111ª a 23:34.

Marlen Reusser é a nova líder da classificação geral. Victoire Berteau (Cofidis) manteve a liderança da classificação da montanha e Anneke Dijkstra (VolkerWessels Women’s Pro Cycling Team) manteve a liderança da classificação dos sprints intermédios. Shirin Van Anrooij é a nova líder da juventude e a Canyon//SRAM Racing lidera agora por equipas.

Marlen Reusser é a nova camisola laranja da Setmana Ciclista Valenciana (Foto: Rafa Gomez/SprintCyclingAgency©2024)
Marlen Reusser é a nova camisola laranja da Setmana Ciclista Valenciana (Foto: Rafa Gomez/SprintCyclingAgency©2024)

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Foto de Capa: Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock