Dylan Groenewegen abre ano com vitória na Clàssica Comunitat Valenciana! Rui Oliveira foi 9º!

O neerlandês Dylan Groenewegen (Team Jayco – AlUla) venceu a Clàssica Comunitat Valenciana 1969 – GP Valencia, uma clássica de 200km entre La Nucia e Valencia, batendo ao sprint o francês Bryan Coquard (Cofidis) e o alemão Tim Torn Teutenberg (Lidl – Trek Future Racing).

Uma grande fuga animou a clássica

A Clássica Comunitat Valenciana começou com um ritmo alto. Logo nos primeiros 20kms de corrida, um grupo composto por Jasper De Buyst e Liam Slock (Lotto Dstny), Igor Arrieta (UAE Team Emirates), Javier Romo e Iván Romeo (Movistar Team), Alex Baudin, Damien Touzé e Valentin Retailleau (Decathlon AG2R La Mondiale Team), Anthon Charmig (Astana Qazaqstan Team), Rémy Rochas (Groupama – FDJ), Stefano Oldani (Cofidis), Embret Svestad-Bardseng (ARKEA – B&B Hotels), Felix Engelhardt (Team Jayco – AlUla), Jetse Bol (Burgos – BH), Samuel Leroux (Van Rysel – Roubaix) e Lennert Teugels (Bingoal WB) conseguiu escapar numa subida e formou assim a fuga do dia.

Com quase 40km percorridos, o grupo da frente tinha 2:00 de vantagem sobre o pelotão. Groenewegen chegou a perder o contacto devido às várias subidas sucessivas, mas o neerlandês conseguiu reentrar no pelotão. 63km depois, a Team Jayco – AlUla e a Astana Qazaqstan Team comandavam o pelotão e tentavam reduziu a vantagem da fuga, que já era de 2:38.

Rui Oliveira abriu a temporada de estrada com um Top10 Clàssica Comunitat Valenciana!
Rui Oliveira abriu a temporada de estrada com um top10 na Clàssica Comunitat Valenciana!

A cerca de 42km do fim, Slock, Oldani e Retailleau atacaram e ficaram isolados na frente. Os três conseguiram uma vantagem de 40s sobre o grupo perseguidor e 1:30 sobre o pelotão. Cerca de 12kms depois, o grupo perseguidor foi alcançado pelo pelotão. O trio da frente estava a conseguir resistir ao ritmo do pelotão, mas acabou por ser alcançado a 14km da meta.

O esperado sprint pela vitória

Nos últimos kms, vários equipas lutavam pela frente do pelotão. Na reta da meta, a Team Jayco – AlUla só tinha um elemento com Groenewegen, mas conseguiram deixá-lo bem colocado. Tim Torn Teutenberg abriu o sprint, com Groenewegen na roda. Coquard estava na roda do neerlandês. Groenewegen rapidamente passou Teutenberg e conseguiu aguentar o forte sprint de Coquard, para conquistar assim a sua primeira vitória da temporada. Teutenberg conseguiu um excelente terceiro posto na sua estreia com as cores da equipa da equipa de desenvolvimento da Trek.

O português Rui Oliveira (UAE Team Emirates) foi chamado de última hora para substituir Jan Christen (UAE Team Emirates). Rui esteve na disputa pelo sprint final e conseguiu ser nono.

André Carvalho (Sabgal – Anicolor Cycling Team) foi o melhor Sabgal, em 51º com o mesmo tempo do vencedor. Oliver Rees e Mathias Bregnhoj (Sabgal – Anicolor Cycling Team), duas das novas contratações da equipa, foram 54º e 57º, respetivamente, ambos com o mesmo tempo do vencedor. Guillermo Garcia, Rafael Reis e Frederico Figueiredo (Sabgal – Anicolor Cycling Team) também chegeram no pelotão. Oscar Moscardó (Sabgal – Anicolor Cycling Team) abandonou a prova.

Pódio Final

O Pódio Final da Clàssica Comunitat Valenciana com Bryan Coquard, Dylan Groenewegen e Tim Torn Teutenberg
O Pódio Final da Clàssica Comunitat Valenciana com Bryan Coquard, Dylan Groenewegen e Tim Torn Teutenberg

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Fotos: Sprint Cycling Agency

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock