Mikkel Bjerg renasce e vence o contrarrelógio do Critérium du Dauphiné!

O dinamarquês Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates) venceu o contrarrelógio da etapa 4 do Critérium du Dauphiné, um esforço individual de 31.1km que ligava Cours a Belmont-De-La-Loire e subiu à liderança da geral! A vitória foi conseguida após fazer um esforço incrível no último setor e bater Remi Cavagna (Soudal Quick-Step), terceiro a 27s, ficando na cadeira quente até ao fim, mesmo com Jonas Vingegaard (Jumbo – Visma) ainda por acabar, mas que não conseguiu bater o tempo do compatriota, sendo segundo a 12s.

Bjerg era um dos favoritos ao dia de hoje, mas esperava-se que a vitória ficasse entre Vingegaard e Cavagna, e que Matteo Jorgenson conseguisse estar pelos primeiros lugares, mas tal não aconteceu, inclusive por parte do americano que não teve um dia bom, a terminar em 18º a 1:37.

O primeiro tempo de referência veio por parte de Dylan Van Baarle (Jumbo – Visma) com 41:13, mas foi rapidamente batido por Ryan Mullen (BORA – hansgrohe) por quase 2 minutos de diferença! O irlandês manteve-se por pouco tempo na cadeira quente, quando foi batido por Jonathan Castroviejo (INEOS Grenadiers), que conseguiu o melhor tempo com 38:33. Pouco depois, Nelson Oliveira (Movistar Team) bateu o tempo do espanhol por 3s, a uma média de 48.467 km/h e manteve-se na cadeira quente por apenas 1:25.

Remi Cavagna, um dos grande candidatos a vencer hoje, demonstrou o seu favoritismo ao bater o tempo do português por 35s, a uma média de 49.213 km/h, nem lhe dando sequer tempo de ocupar a cadeira do primeiro posto! O francês manteve-se por bastante tempo na cadeira quente, até à chegada de Mikkel Bjerg, que viria mesmo a acabar com o melhor tempo da etapa, em 37:28, a uma média de 49.804 km/h e fazendo surpreendentemente melhor que o francês por 27s.

Bjerg manteve-se na cadeira quente até ao fim, apesar de Jonas Vingegaard ter chegado a ameaçar a sua vitória, mas sem o conseguir, gastando mais 12s para terminar no segundo lugar. Depois dele ainda chegaram mais alguns ciclistas importantes como Fred Wright (Bahrain Victorious), que terminou no quarto posto a 34s e Ben O’Connor (AG2R Citroën Team), a mostrar que está de volta e a terminar no quinto lugar a 41s!

Na etapa, Nelson Oliveira foi 9º a 1:02 do tempo do vencedor e Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) foi 64º a 3:29. Na geral, Nelson encontra-se em 76º a 9:48 de Bjerg e Ivo em 116º a 18:34.

Após o dia de hoje, Bjerg é agora o líder da classificação geral e da juventude, Cristophe Laporte (Jumbo – Visma) continua como líder da classificação por pontos, Donovan Grondin (Team Arkéa – Samsic) continua como rei da montanha, e na classificação por equipas a UAE Team Emirates é ainda mais líder!

Mikkel Bjerg é o novo camisola amarela do Critérium du Dauphiné!

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock