Pello Bilbao bate Rúben Guerreiro no dia de consagração de Adam Yates no Deutschland Tour!

O espanhol Pello Bilbao (Bahrain Victorious) venceu a última etapa da Deutschland Tour, uma ligação de 186.6km entre Schiltach e Stuttgart, batendo ao sprint o português Rúben Guerreiro (EF Education-EasyPost) e o alemão Georg Zimmermann (Intermarché – Wanty – Gobert).

A última etapa começou com diversas tentativas de ataque mas nenhuma delas teve sucesso. A 179km do fim, Florian Stork (Team DSM), Miguel Heidemann (B&B Hotels – KTM) e Roman Duckert (Team Dauner l Akkon) saíram do pelotão e ficaram isolados na frente da corrida. 6km depois, os três da frente foram alcançados pelo pelotão. Logo a seguir, na primeira contagem do dia, Romain Bardet (Team DSM) foi o primeiro a passar no alto.

A 163km do fim, no primeiro sprint intermédio do dia, Bauke Mollema (Trek – Segafredo) foi buscar a pontuação máxima. 9km depois, Bilbao, Emanuel Buchmann (Bora – Hansgrohe), George Bennett (UAE Team Emirates), Matthew Holmes (Lotto Soudal), Asbjorn Hellemose (Trek – Segafredo) e Tosh Van der Sande (Jumbo – Visma) ficaram isolados na frente da corrida. A 152km do fim, os seis da frente foram alcançados pelo pelotão.

A 143km do fim, Jannis Peter (Germany National Team), Nils Pollit e Felix Grosschartner (Bora – Hansgrohe), Laurens Huys e Barnabás Peak (Intermarché – Wanty – Gobert), Bardet, Johannes Adamietz (Saris Rouvy Sauerland Team), Holmes e Sylvain Moniquet (Lotto Soudal), Alessandro Covi (UAE Team Emirates), Clément Berthet (AG2R Citroen Team) e Mick Van Dijke (Jumbo – Visma) saíram do pelotão e formaram a fuga do dia. 13km depois, na segunda contagem do dia, Bardet foi o primeiro a passar no topo.

A 111km do fim, na terceira contagem do dia, Moniquet foi o primeiro a passar no alto. 5km depois, Pollit atacou na frente da corrida e Peak, Holmes, Berthet, Bardet, Covi e Van Dijke foram os únicos que o seguiram. A 58km do fim, a Ineos Grenadiers aumentou o ritmo do pelotão. 27km depois, no segundo sprint intermédio do dia, Peak foi buscar a pontuação máxima.

A 30km do fim, Mattias Skjelmose Jensen (Trek – Segafredo) caiu e o dinamarquês foi obrigado a abandonar. 3km depois, na quarta contagem do dia, Pollit foi o primeiro a passar no alto. A 20km do fim, vários ataques aconteceram na frente da corrida mas nenhum deles teve sucesso. 4km depois, na quinta contagem do dia, Van Dijke foi o primeiro a passar no alto. Van Dijke, Bardet, Peak e Holmes lideravam a corrida com uma pequena vantagem sobre o pelotão.

A 6.7km do fim, a fuga do dia foi alcançada pelo pelotão. Logo a seguir, Rúben Guerreiro atacou e o português foi buscar 3s de bonificação. Adam Yates (Ineos Grenadiers) foi buscar 2s e Mauri Vansevenant (Quick-Step Alpha Vinyl Team) 1s. A 4km da meta, um grupo composto por Guerreiro e Alberto Bettiol (EF Education-EasyPost), Zimmermann, James Knox e Vansevenant (Quick-Step Alpha Vinyl Team), Yates, Moniquet, Bilbao e Hermann Pernsteiner (Bahrain Victorious), Antonio Pedrero (Movistar Team) e Davide Formolo (UAE Team Emirates) estava na frente da corrida.

Bettiol comandava o grupo, nos metros finais. Zimmermann lançou o sprint mas o alemão foi logo passado por Bilbao que tinha Guerreiro na sua roda. O português não teve capacidade para passar o espanhol que conquistou assim a sua terceira vitória da temporada. Zimmermann aguentou o forte sprint de Moniquet e foi terceiro.

Adam Yates é assim o grande vencedor do Deutschland Tour, batendo Pello Bilbao por 22s e Rúben Guerreiro por 44s. Bilbao venceu a classificação por pontos. Jakob Gessner (Team Lotto- Kern Haus) venceu a classificação da montanha e Georg Zimmermann venceu a juventude.

Os metros finais

O Pódio Final

Pódio Final com Pello Bilbao – Adam Yates – Rúben Guerreiro (da esquerda para a direita)

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock