Sam Bennett volta a mostrar a sua potência com vitória na etapa 2 da La Vuelta!

O irlandês Sam Bennett (Bora – Hansgrohe) venceu a segunda etapa da La Vuelta a España, uma ligação de 175.1km entre ‘s-Hertogenbosch e Utrecht, batendo ao sprint o dinamarquês Mads Pedersen (Trek – Segafredo) e o belga Tim Merlier (Alpecin-Deceuninck).

A segunda etapa começou com diversas tentativas de ataque com Thibault Guernalec (Team Arkéa – Samsic), Xabier Azparren (Euskaltel – Euskadi), Jetse Bol (Burgos – BH), Julius Van den Berg (EF Education – EasyPost) e Pau Miquel (Equipo Kern Pharma) a formaram a fuga do dia. A 158km do fim, os cinco da frente tinham 5:00 de vantagem sobre o pelotão. 9km depois, a Alpecin-Deceuninck aumentou o ritmo do pelotão.

A 92km do fim, o forte ritmo da Alpecin diminuiu a vantagem da fuga para apenas 42s. 17km depois, Guarnelec atacou e o francês foi seguido por Van den Berg. Antes da única contagem do dia, os três perseguidores juntaram-se aos dois da frente. A 70km do fim, na primeira contagem do dia, Van den Berg foi mais forte que Guarnelec e foi o primeiro a passar no alto.

A 59km do fim, os cinco da frente foram alcançados pelo pelotão que era comandado pela Alpecin-Deceuninck. 14km depois, Luis Ángel Maté (Euskaltel Euskadi) atacou e ficou isolado na frente da corrida. A 40km do fim, o espanhol tinha 30s de vantagem sobre o pelotão. 5km depois, Maté aumentou a sua vantagem para 35s.

A 21km da meta, Maté foi alcançado pelo pelotão. 3km depois, uma queda aconteceu no pelotão na qual ficaram envolvidos, Wout Poels (Bahrain Victorious) e Kamil Malecki e Steff Cras (Lotto Soudal). Cras, o melhor trepador da Soudal, ficou muito maltratado na queda. 1km depois, no sprint intermédio bonificado, Pedersen foi buscar a pontuação máxima e 3s de bonificação. Ryan Mullen (Bora – Hansgrohe) foi buscar 2s de bonificação e Ethan Hayter (Ineos Grenadiers) 1s.

A 10km da meta, a Quick-Step Alpha Vinyl Team, a Movistar Team e a Bahrain Victorious comandavam o pelotão. João Almeida (UAE Team Emirates) estava bem colocado na frente do pelotão, na roda de Ivo Oliveira e Jan Polanc (UAE Team Emirates). 5km depois, várilas equipas lutavam pela frente do pelotão para terem os seus sprinters na melhor posição possível para o sprint final ou para terem os seus líderes bem colocados.

A 3km da meta, a Ineos Grenadiers comandava o pelotão. Nos metros finais, a Bora-Hansgrohe e a Trek-Segafredo comandavam o pelotão. Pedersen lançou o sprint e Bennett colocou-se ao lado do dinamarquês. Nos últimos metros, Bennett foi mais forte que Pedersen e o irlandês conquistou a sua segunda vitória da temporada. Merlier foi terceiro.

Os portugueses Ivo Oliveira, João Almeida e Nelson Oliveira (Movistar Team) foram 34º, 76º e 77º, respetivamente, todos com o mesmo tempo do vencedor.

Mike Teunissen (Jumbo – Visma) foi quarto na meta e o neerlandês é o novo líder da classificação geral. Bennett é o primeiro líder da classificação por pontos. Van den Berg é o primeiro líder da classificação da montanha. Hayter manteve a liderança da juventude. Bol foi o combativo do dia.

Os metros finais

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Classificações do Passatempo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock