Arnaud de Lie não dá hipóteses na Marcel Kint Classic!

O belga Arnaud de Lie, da Lotto Soudal, venceu a 6ª edição da Marcel Kint Classic, antigo Grote Prijs Marcel Kint, batendo a concorrência no sprint final! No segundo lugar, terminou o italiano Luca Mozzato, da B&B Hotels-KTM, enquanto no terceiro posto ficou outro belga, Gerben Thijssen, da Intermarché-Wanty-Gobert!

A edição de 2022 da prova de homenagem ao antigo campeão do mundo, corrida no dia de ontem, na região da Flandres, apresentava uma ligação de 199 km, entre Kortrijk e Zwevegem. A corrida ficaria marcada pelo habitual perfil da região, com alguns setores em empedrado e com os característicos “bergs”, curtos mas exigentes. Para a corrida deste ano, a organização decidiu endurecer consideravelmente o percurso, incluindo o Tiegemberg, o Kluisberg, o Nieuwe Kwaremont, e ainda os emblemáticos Paterberg e Oude Kwaremont.

Perfil da Marcel Kint Classic

A fuga do dia foi constituída por sete elementos: Miguel Heidemann (B&B Hotels-KTM), Kenneth Van Rooy (Sport Vlaanderen – Baloise), Morten Hulgaard (Uno-X), Declan Trezise (ARA Pro Racing Sunshine Coast), ​​James Fouché (Bolton Equities Black Spoke Pro Cycling), Jon Knolle (Saris Rouvy Sauerland Team), e Max Kroonen (VolkerWessels Cycling Team).

Com formações como a Cofidis, a Arkéa-Samsic, e a Alpecin-Fenix a tomarem conta da cabeça do pelotão, a vantagem dos escapados cresceu até à casa dos 6 minutos, antes do grupo principal começar a recuperar o tempo perdido.

A 50 km do final, com os ciclistas a entrarem na zona mais exigente do percurso, a margem dos escapados situava-se nos 3 minutos. Tomava as rédeas da perseguição a Israel-Premier Tech, aumentando o ritmo nas subidas em empedrado!

Na frente, sobreviviam apenas quatro unidades: Heidemann, Van Rooy, Hulgaard, e Fouché. Após a última subida do dia, o Kluisberg, a 40 km da meta, este quarteto dispunha já de menos de 1 minuto e meio sobre o pelotão, onde se iam sucedendo os ataques, agora já em estradas largas e de boa qualidade.

A 18 km do final, na primeira passagem pela linha de meta, a fuga tinha pouco mais de 40 segundos sobre o pelotão e o seu destino parecia cada vez mais traçado.

No entanto, nos quilómetros seguintes, a fuga conseguiu manter essa vantagem de mais de meio minuto. A Arkéa-Samsic ia tentando fechar o espaço, mas tal não se revelava uma tarefa fácil! Em auxílio dos franceses, vieram os compatriotas da TotalEnergies e da Cofidis, mas a 4 km da meta, a margem era ainda de 30 segundos!

Nos quilómetros finais, o pelotão acabou por conseguir caçar a fuga, mas esta apenas foi engolida já dentro dos derradeiros 1000 metros!

No sprint final, a Lotto Soudal colocou-se em boa posição, com o campeão sul-africano Reinardt Janse van Rensburg a lançar o sprint de Arnaud de Lie. O jovem belga arrancou cedo, mas não deu qualquer hipótese à concorrência, pedalando de forma furiosa, rumo ao seu quarto triunfo da temporada!

Na roda de De Lie terminaram Luca Mozzato (B&B Hotels-KTM) e Gerben Thijssen (Intermarché-Wanty-Gobert).

Arnaud de Lie sucede assim a Álvaro Hodeg, campeão de 2021!

https://www.youtube.com/watch?v=qBwjVpppIaE

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock