Uma Vuelta bem rugosa!

Depois da 2ª vitória de Tim Wellens nesta Volta a Espanha e mais uma fuga triunfante, a prova prossegue com a realização de nova jornada de média montanha, que poderá novamente trazer um braço de ferro entre fuga e pelotão.

A 15ª etapa consiste numa longa ligação de 230.8 km entre Mos e Puebla de Sanabria com 5 contagens de 3ª categoria e mais algumas ascensões não categorizadas. A última subida da jornada será o Alto de Padornelo (6.8 km a 3.8 %), que precede uma descida de 18 km até à meta.

Perfil da 15ª etapa da Volta a Espanha

Esta etapa pode terminar num de vários cenários: fuga, ataque a partir do pelotão na subida final, e sprint que pode ser mais ou menos reduzido.

O cenário que poderá ser considerado o mais provável nesta etapa e nesta fase da prova é o de a fuga resultar. É difícil de imaginar as equipas dos sprinters mais pesados ou dos homens da geral a quererem eliminar a fuga, pelo que a chave da corrida estará novamente em equipas como a Astana, a BORA, ou eventualmente uma UAE-Team Emirates, para Jasper Philipsen. Na etapa de ontem, Astana e BORA controlaram durante uma boa parte da etapa, até que desistiram, tendo sido a Total Direct Energie a assumir a perseguição. Quando a equipa francesa esgotou as baterias, mais nenhuma equipa quis trabalhar e a fuga pode saborear o sucesso. Hoje, o cenário poderá ser semelhante, e inclusive mais equipas podem juntar-se à perseguição, embora tenham que pesar o facto de a etapa ser mais dura que ontem mas também do final ser plano e não em subida. Equipas como a Astana, que podem não acreditar em Alex Aranburu para um final tão plano, poderão preferir lançar homens na fuga em vez de perseguir. Já a UAE, como referido, pode ter esta etapa assinalada para o sprint de Philipsen, ainda para mais porque o sprinter mais forte do pelotão, Sam Bennett, poderá sentir muitas dificuldades para acompanhar o pelotão até perto do final. A própria Deceuninck dificilmente irá perseguir tendo em mente um sprint, pelo que poderão também voltar a colocar homens na fuga.

O lote de candidatos a triunfar a partir de uma fuga engloba muitos dos homens que mais ao ataque têm estado nesta Vuelta. Acreditamos que a Astana poderá apostar forte na fuga desta etapa, lançando possivelmente mais do que um elemento. Se tal acontecer, Omer Fraile será um grande candidato a poder superar a concorrência neste tipo de traçado. As subidas não são extremamente exigentes e o final é fácil, pelo que o espanhol será muito difícil de bater se estiver num dia sim.

Já apontámos várias vezes Rui Costa como principal candidato a vencer a etapa e iremos manter o campeão português no lote dos favoritos para a jornada, uma vez que o perfil volta a ser bastante ao jeito do português, que será um perigo à solta se discutir um sprint num grupo reduzido.

Além destes, podemos apontar vários ciclistas que têm estado em bom nível, a começar pelo vencedor da etapa de ontem, Tim Wellens (Lotto Soudal), mais um que se adapta muito bem ao percurso. Refiram-se também as outras peças cazaques como Alex Aranburu, Luis Leon Sanchez, ou Gorka Izagirre, e ainda Andrea Bagioli, Michael Woods, Michael Valgren, Magnus Cort, ou Nick Schultz.

Note-se que Aranburu e Cort são meninos para discutir um sprint compacto, se tal se proporcionar. Nesse caso, claro que se Sam Bennett estiver no pelotão será o principal favorito, mas essa é uma possibilidade remota, o mesmo se podendo aplicar a Pascal Ackermann, em menor extensão. Já Jasper Philipsen não terá dificuldade em se manter no grupo e na ausência dos seus dois maiores rivais, será o maior candidato a vencer. Nomes como Jon Aberasturi ou Carlos Barbero poderão também estar em destaque num final com um grupo numeroso.

Favoritos Ciclismo Mundial:

⭐⭐⭐⭐⭐ Omar Fraile

⭐⭐⭐⭐ Rui Costa e Tim Wellens

⭐⭐⭐ Alex Aranburu, Luis Leon Sanchez, e Gorka Izagirre

⭐⭐ Andrea Bagioli, Michael Woods, Michael Valgren, Magnus Cort, e Nick Schultz

⭐ Jasper Philipsen, Jon Aberasturi, Carlos Barbero, Sam Bennett, e Pascal Ackermann

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock