Sofrer na montanha para brilhar no sprint!

A etapa 10 da Volta a França irá compreender um percurso de 190.7 km, entre Albertville e Valence, num dia maioritariamente plano, pontuado apenas com uma subida de 4ª categoria e outras duas ascensões não categorizadas, que não devem ser suficiente para impedir um final em pelotão compacto.

Perfil da etapa 10 do Tour de France

Apesar de os 3 km finais serem praticamente retos, importa realçar a presença de uma curva fechada a 200 metros do risco, que pode claramente impactar o desfecho da corrida, numa fase em que o pelotão deverá chegar em grande velocidade.

Os metros finais da 10ª etapa

Favoritos

Depois do triunfo das fugas nas últimas duas etapas, desta feita deveremos ter um desfecho diferente, onde as equipas dos sprinters quererão certamente impor a sua lei.

Com a saída de prova de Tim Merlier, o favoritismo de Mark Cavendish torna-se ainda mais evidente. Além de ser o homem mais rápido em prova, o britânico terá à sua disposição também o melhor comboio do pelotão, uma vez que a Alpecin-Fenix já não conta, nem com o seu sprinter principal, nem com o super lançador Mathieu Van der Poel. Refira-se que, depois do grande trabalho da Deceuninck Quick-Step nas montanhas, onde conseguiu manter o seu sprinter dentro do tempo limite, algo que por exemplo Arnaud Démare e a Groupana-FDJ não foram capazes, o Manx Missile estará com a motivação em alta, e irá com certeza dar tudo para alcançar a 33ª vitória em etapas do Tour e colocar-se a apenas um triunfo do lendário recorde de Eddy Merckx.

O grande adversário de Cavendish deverá ser o Boxeur, Nacer Bouhanni, da Arkéa-Samsic, com diversos nomes à espreita de poderem fazer um resultado de relevo nesta jornada, nomeadamente: Jasper Philipsen, Peter Sagan, Wout Van Aert, Cees Bol, Mads Pedersen, Danny van Poppel, Sonny Colbrelli, André Greipel, Michael Matthews, Christophe Laporte, e Max Walscheid.

Nesta fase do Tour, não se pode afastar a hipótese de uma fuga voltar a levar a etapa, pelo que será necessário ter atenção a corredores como Jasper Stuyven, Stefan Küng, Edward Theuns, Greg van Avermaet, Thomas de Gendt, Brent van Moer, ou do próprio Ruben Guerreiro. O Iceman de Pegões não terá hoje a etapa mais ao seu jeito, mas nunca podemos pô-lo totalmente de parte nos dias em que a fuga tenha boas chances de brilhar!

Quanto a Rui Costa, deverá hoje ter um dia tranquilo, depois do desgaste das últimas jornadas no trabalho para Tadej Pogacar na UAE-Team Emirates.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Mark Cavendish
⭐⭐⭐⭐ Nacer Bouhanni e Jasper Philipsen
⭐⭐⭐ Peter Sagan, Wout Van Aert, e Cees Bol
⭐⭐ Mads Pedersen, Danny van Poppel, Sonny Colbrelli, e André Greipel
⭐ Michael Matthews, Christophe Laporte, Max Walscheid, Jasper Stuyven, Stefan Küng, Edward Theuns, Greg van Avermaet, Thomas de Gendt, Brent van Moer, e Ruben Guerreiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock