Será o vento o protagonista do dia?

A equipa da Jumbo deu uma lição de poder no dia de ontem, na etapa de abertura do Paris – Nice. Esta segunda feira, apresenta o único dia extremamente plano, que está 100% destinado a uma chegada ao sprint, por isso, as equipas não poderão desperdiçar outra vez.

Com uma distância de apenas 159,2km entre e Auffargis e Orleans. A cidade inicial está localizada nos arredores de Paris, enquanto a chegada tem um conjunto de curvas, que poderão tramar alguns comboios. A etapa oferece um total de 707 metros de altitude.

Perfil da Etapa 2

Todos os que temem que os ventos, estão ansiosos por esta etapa com admiração e têm motivos para preocupação. Há várias zonas propicias a situações de ventos cruzados, que algumas equipas aproveitarão.

Favoritos

O sprint em si é técnico, contendo uma curva fechada a apenas 250m da meta, significando que a velocidade será bem menor, e quem tiver melhor arrancada e bom posicionamento poderá sair vitorioso. O vento também poderá ser factor de festa, com cortes ou uma fuga numerosa a vingar.

Com tudo isto o maior favorito à vitória é Fabio Jakobsen. A Quick-Step veio para a corrida com uma equipa quase pura de clássicas, e ontem, apesar do falhanço, tudo farão para que hoje dominem a etapa toda, como tão fortes que são. O neerlandês não deverá desperdiçar (não o costuma fazer) o trabalho da sua equipa. Em caso de cortes e fugas, Florian Senechal deverá ser o plano B da equipa belga.

A Jumbo teve um dia de mestre ontem, mas nunca seria de admirar se hoje voltasse a fazer das suas, desta vez com Wout Van Aert. Depois de terem dado a vitória a Laporte, o francês estará ainda mais motivado para dar tudo pelo belga na chegada de hoje.

Outro grande rival é Jasper Philipsen. Vimos no UAE Tour que ele era um verdadeiro rei do vento cruzado, e provavelmente sê-lo-á novamente. No entanto, também está claro que a Alpecin não é a mais forte, e nas estradas europeias estreitas é mais difícil passar sem uma equipa competente. No entanto, Philipsen também nos habitou na UAE Team Emirates que bastava ter os gémeos Oliveira a lançá-lo para dar vitória, e isso ele tem na equipa.

Claramente Sam Bennett está um pouco fora de forma e um dia com vento não será nada bom para o irlandês. Van Poppel deverá ajudar Bennett a entrar bem na última curva, para poder sair vitorioso hoje. No entanto, também é claro que a Bora tem uma excelente equipa com Nils Politt, que poderá tentar surpreender nos últimos kms.

Equipa pronta para movimentações será a Trek. Com a dupla Mads Pedersen e Jasper Stuyven a dar várias possibilidades de vitórias, com multiplas situações de chegada.

Outros nomes a ter em conta serão Dylan Groenewegen, Matteo Trentin e Niccolo Bonifazio. Se o vento vier a confirmar-se como o grande protagonista do dia, atenção também a Sonny Colbrelli.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Fabio Jakobsen
⭐⭐⭐⭐ Wout van Aert e Jasper Philipsen
⭐⭐⭐ Sam Bennett, Mads Pedersen e Sonny Colbrelli
⭐⭐ Matteo Trentin, Dylan Groenewegen,  Niccolo Bonifazio e Cees Bol
⭐Florian Senechal, Jasper Stuyven, Sebastian Molano, Anthony Turgis e Amaury Capiot

Portugueses em Prova

João Almeida (UAE Team Emirates) será o o português em prova, com o dorsal #84.

Transmissão em Direto

A prova contará com transmissão em direto na Eurosport 2 a partir das 14:10 (PT).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock