Será Michael Woods capaz de voltar a vencer?

Depois de ontem os sprinters terem tido oportunidade de brilhar, a montanha volta a ser protagonista. Apesar de não ser uma etapa de alta montanha, a característica da etapa faz lembrar uma mistura das clássicas de Primavera. Terreno sinuoso, com altos e baixos constantes e com um percurso nos últimos quilómetros com boas rampas ou muros.

A etapa oferece um total de 2.736 metros de desnível positivo de altitude e 181kms. Os últimos 75kms são os mais duros. Um circuito a ser percorrido 3 vezes com 25kms cada e 3 passagens pela meta. Este circuito tem 3 grandes subidas, que no papel não tem grande dificuldade mas no terreno têm.

Primeiro com 5kms a 5% mas rampas de 12% no início e 14% no final. A segunda subida com 3kms a 5% mas uma rampa de 18%!! E por última, e coincidente com a meta, 1km com a 9% de media mas a meio uma rampa de 13%.

Depois das primeiras etapas de montanha, Michael Woods é grande favorito a vencer num dia como hoje. Adora subidas rápidas e íngremes e repetitivas, e quererá tentar recuperar a todo o custo a liderança perdida ontem. A equipa EF terá mais descanso ao logo da etapa e isso pode ser decisivo. Homens como Rúben Guerreiro e Simon Clarke adoram este tipo de dias e vão lutar para deixar o Woods na melhor posição para discutir a etapa.

Por outro lado, temos um novo líder, Simon Yates, que supreendeu e muito. Fez uma etapa gigantesca e apresenta-se com uma excelente forma. Poderá querer aumentar mais a sua vantagem tendo em conta o contrarrelógio de amanhã.

Não sabemos como está Mathieu Van der Poel. Não desiludiu nas primeiras etapas mas também não mostrou o nível a que estamos habituados. É sem dúvida favorito mas não é o mais.

Com as aspirações da Astana pela Geral um bocado longe do que estava previsto, Alex Aranburu poderá tentar a sua sorte. Ele gosta e dá-se bem em dias como este e se a Astana quiser ele poderá brilhar.

Rui Costa é um homem de clássicas e tinha algumas obrigações de disputar as vitórias em algumas etapas. A verdade é que a dureza das subidas não são o seu forte e por isso, Sérgio Henao poderá ser a aposta da UAE para o dia de hoje.

Todos os restantes corredores que lutam pela Geral terão que se fazer à vida hoje. Podem não vencer mas terão que andar por perto.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐ ⭐ ⭐ ⭐Michael Woods
⭐⭐ ⭐ ⭐ Simon Yates e Mathieu van der Poel
⭐⭐ ⭐ Alex Aranburu, Geraint Thomas e Wilco Kelderman
⭐ ⭐ Michael Matthews, Sergio Henao, Giovanni Visconti, Gianluca Brambilla e Jakob Fuglsang,
⭐ Rui Costa, James Knox, Sam Oomen, Jai Hindley, Louis Meintjes e Andrea Vendrame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock