Será alguém capaz de estar ao nível do King Kong?

As clássicas na Bélgica prosseguem a bom ritmo, e depois da Exterioo Classic Brugge – De Panne ter dado o pontapé de saída para duas semanas ao mais alto nível, hoje é dia de E3 Saxo Bank Classic, ex E3 Harelbeke, como é certamente mais conhecida pelo público do ciclismo. Historicamente, a E3 é a corrida que mais se aproxima do perfil do Tour de Flandres e marca o principal teste entre os candidatos a vencer o segundo Monumento do ano, cerca de semana e meia depois.

Kasper Asgreen (Quick – Step Alpha Vinyl Team) foi o último vencedor em 2021 e o dinamarquês vai alinhar à partida para defender o seu título. Asgreen terá apoio oa Wolfpack, que traz um excelente bloco com dupla liderança de Asgreen e Florian Sénéchal (Quick – Step Alpha Vinyl Team).

Perfil

A 65ª edição da corrida apresenta 205km com partida e chegada em Harelbeke, e um percurso que será praticamente todo ele feito em sobe e desce, à exceção dos primeiros 10km, e dos últimos 15km, que serão efetivamente em terreno plano. Os muros e os paralelepípedos serão o menu do dia, e no final teremos aqueles que são os mais históricos como o Paterberg e o Oude Kwaremont. O Kanarieberg e o Knokteberg aparecerão também a meio da corrida e poderão ser os principais muros onde os favoritos irão mexer. No total serão 11 setores de pavê e 16 muros, alguns dos quais em simultâneo, numa corrida que mesmo que não pareça, terá quase 2000m de desnível positivo acumulado!

Perfil da E3 Saxo Bank Classic

Favoritos

Após se analisar a startlist, destaca-se logo o nome do King Kong Wout Van Aert (Jumbo – Visma) que está em excelente forma e que já tem uma vitória no pavê, na Omloop Het Nieuwsblad. Van Aert terá uma excelente equipa para o acompanhar da qual se destacam Tiesj Benoot, Christophe Laporte e Mike Teunissen, que têm mostrado as suas enormes qualidades no pavê enquanto gregários de Van Aert.

Outros nomes que se destacam são o de Florian Sénéchal e de Anthony Turgis (TotalEnergies). Sénéchal tem mostrado temporada após temporada as suas enormes qualidades no pavê, apesar de não ter muitas oportunidades de liderar na Quick-Step. O francês tem aqui uma excelente oportunidade para se mostrar ainda mais e de conseguir mais um pódio na E3. Turgis é outro ciclista que temporada após temporada tem melhorado no pavê e que se deve apresentar em excelente forma. Motivado está certamente após o pódio na Milano Sanremo.

Não se pode também descartar os nomes de Jasper Stuyven (Trek – Segafredo), Matej Mohoric (Bahrain – Victorious) e Dylan Van Baarle (Ineos Grenadiers). Stuyven começou a temporada em boa forma e o belga pretende melhorar os seus resultados no pavê, tendo aqui uma prova oportuna para o fazer. Mohoric também melhorou muito no pavê e o esloveno deve apresentar-se super motivado após a vitória na Milano Sanremo. Van Baarle mostrou-se bem na última temporada no pavê e tem-se mostrado muito bem como gregário, mas o neerlandês tem aqui a oportunidade de ser líder e de fazer um excelente resultado.

Outros nomes que não podemos esquecer são os de Victor Campenaerts (Lotto Soudal), Oliver Naesen e Greg Van Avermaet (AG2R Citroen Team), Stefan Kung (Groupama – FDJ) e Kasper Asgreen. Campenaerts mostrou no início desta temporada que está com um excelente andamento no pavê e tem aqui uma prova para se mostrar ainda mais. Asgreen não começou a temporada de pavê da melhor forma, mas o dinamarquês pode vir motivado com um pódio na Strade Bianche. Kung também melhorou imenso no pavê e mostrou-se muito ofensivo nos muros. Naesen e Van Avermaet partilham uma dupla liderança na AG2R e ambos têm a capacidade de mexer na corrida e de lutar pela vitória num grupo restrito.

Nils Pollit (Bora – Hansgrohe), Mads Pedersen (Trek – Segafredo), Soren Kragh Andersen (Team DSM), Gianni Vermeersch (Alpecin – Fenix), Gianni Moscon (Astana Qazaqstan Team), Alex Aranburu (Movistar Team) e Christophe Laporte (Jumbo – Visma) são ciclistas que podem supreender. Pollit, Kragh Andersen, Vermeersch, Moscon e Aranburu são ciclistas com capacidade de se mostrarem entre os melhores e de mexer na corrida. Pedersen e Laporte são também ciclistas com capacidade de se mostrarem entre os melhores, mas devem apresentar-se ao serviço dos seus líderes Stuyven e Van Aert, respetivamente.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Wout Van Aert
⭐⭐⭐⭐ Florian Sénéchal e Anthony Turgis
⭐⭐⭐ Jasper Stuyven, Dylan Van Baarle e Matej Mohoric
⭐⭐ Victor Campenaerts, Oliver Naesen, Stefan Kung e Kasper Asgreen
⭐ Greg Van Avermaet, Nils Pollit, Mads Pedersen, Soren Kragh Andersen, Gianni Vermeersch, Gianni Moscon, Alex Aranburu e Christophe Laporte

Presença Portuguesa

Rui Oliveira está presente no escalamento da UAE Team Emirates, com o dorsal 172. André Carvalho alinha com o dorsal 83 pela Cofidis.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a corrida em direto a partir das 14h15 na Eurosport 1!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock