Seja servida a alternativa ao primeiro prato, Passo del Vertiolo com Menador!

Depois de ontem o pelotão ter percorrido mais uma duríssima etapa de alta montanha, hoje o dia volta a não ser nada fácil, com 2 primeiras categorias nos últimos 50km a prometerem fazer novas diferenças na classificação geral, num dia com chuva que deverá ser propício a que mais diferenças na luta pela classificação geral possam surgir. Carapaz, Hindley, Almeida e Landa são os quatro ciclistas que estão ainda na luta pela geral, apresentando uma vantagem considerável para os restantes, pelo que as atenções deverão estar centradas neles.

Perfil

A 17ª etapa do Giro d’Italia terá 168km entre Ponte di Legno e Lavarone, e começará desde logo com uma subida importante não categorizada a Passo del Tonale, com 10km a cerca de 6% de pendente média. Após uma longa descida, onde a fuga do dia se irá estabelecer e ganhar tempo, as equipas com principais interesses na luta pela classificação geral deverão mexer-se. A Ineos deve querer deixar a fuga vencer a etapa, mas a Bora e a Bahrain, por outro lado, deverão querer manter a discussão entre os principais candidatos para ganharem ainda mais tempo aos adversários. Na fase central da etapa, teremos uma terceira categoria em Giovo, ao km 85.8, com 5.9km a 6.8%, que iniciará uma fase ondulada até ao primeiro sprint intermédio do dia, ao km 121.8.

A passagem pelo sprint levará o pelotão até à primeira categoria do Passo del Vertiolo, com 11.8km a 7.7% de pendente média. Terá rampas máximas de 12%, mas será uma subida muito constante, que assenta muito bem nas características de João Almeida. Após uma descida de cerca de 12km, um pequeno vale levará o pelotão até à última subida do dia, com passagem pelo sprint intermédio bonificado, ao km 149.9. A subida a Menador começará pouco depois, e apresenta 7.9km a 9.9% de pendente média, com rampas máximas de 15% já próximo do topo. Um falso plano seguir-se-á após o topo, com uma curta descida a levar os ciclistas até à rampa final em Lavarone, onde a etapa terminará.

Perfil da 17ª etapa do Giro d’Italia.

Favoritos

Depois de mais uma grande defesa na jornada de ontem, hoje damos João Almeida (UAE Team Emirates) como o principal favorito! No dia de ontem o português esteve sozinho contra todos e perdeu apenas 14s, mas hoje poderá sair beneficiado. Apenas 3s separam Hindley e Carapaz na geral, pelo que os dois deverão marcar-se um ao outro, já que o Campeão Olímpico não quererá perder a camisola rosa e o australiano deverá querer ganhá-la. Essa situação pode beneficiar Almeida em busca de uma primeira vitória em grandes voltas.

Jai Hindley (Bora – Hansgrohe) e Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) são os dois candidatos que melhor se têm apresentado a subir e que têm conseguido provocar mais diferenças para os adversários. Os dois deverão voltar a tentar mexer-se no dia de hoje, mas a marcação deverá ser muito apertada, já que apenas 3s os separam.

Mikel Landa (Bahrain Victorious) já mostrou que quer recuperar tempo e lutar pela classificação geral, mas precisa de ganhar tempo aos adversários, já que o contrarrelógio não é de todo o seu forte. O espanhol deverá voltar a tentar no dia de hoje e pode até aliar-se a Almeida para ganhar tempo a Hindley e Carapaz. Vincenzo Nibali (Astana Qazaqstan Team) está em quinto na geral e hoje poderá querer recuperar tempo aos adversários. O italiano pode procurar colocar alguém em fuga e atacar na descida entre o Vertiolo e o Menador. Pello Bilbao (Bahrain Victorious) deverá ser o principal escudeiro de Landa, mas poderá também atacar para fazer os adversários perseguirem e gastarem forças.

Domenico Pozzovivo (Intermarche – Wanty – Gobert) teve ontem um dia mau, com uma queda que o fez gastar muitas forças e cair para a sexta posição da geral, mas hoje pode voltar a tentar atacar para ganhar tempo aos rivais. Simon Yates (BikeExchange – Jayco) é um nome que poderá ter alguma liberdade e assim atacar para vencer a etapa. Emanuel Buchmann (Bora – Hansgrohe) e Pavel Sivakov (Ineos Grenadiers) são os principais gregários de Hindley e Carapaz, pelo que terminarem no top10 do dia também não deverá ser surpreendente.

Caso a fuga possa vingar, apostamos em Juan Pedro Lopez (Trek – Segafredo), Lorenzo Fortunato (EOLO – Kometa), Lucas Hamilton (BikeExchange – Jayco), Santiago Buitrago (Bahrain Victorious) e Koen Bouwman (Jumbo – Visma) para discutirem a vitória.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ João Almeida
⭐⭐⭐⭐ Jai Hindley e Richard Carapaz
⭐⭐⭐ Mikel Landa, Vincenzo Nibali e Pello Bilbao
⭐⭐ Emanuel Buchmann, Domenico Pozzovivo, Simon Yates e Pavel Sivakov
⭐ Juan Pedro Lopez, Lorenzo Fortunato, Lucas Hamilton, Santiago Buitrago e Koen Bouwman

Presença Portuguesa

João Almeida, Rui Oliveira e Rui Costa são os três portugueses presentes, todos pela UAE Team Emirates, com os dorsais 211, 212 e 213, respetivamente.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a etapa em direto na Eurosport 2 a partir das 11h20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Ajuste de contas nas ruas de Nyborg!

Depois da surpreendente vitória de Yves Lampaert no primeiro dia, o Tour de France continua hoje com a realização da etapa 2, em mais uma jornada em solo dinamarquês. Naquela que será a primeira tirada em linha da prova, os ciclistas irão encontrar um percurso de 202.2 km, entre Roskilde e Nyborg, e um final […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock