Primeiro duelo pela Geral no Dauphiné!

Já rola a segunda etapa do Critérium du Dauphiné, a tirada mais curta de todas, com apenas 135km de extensão entre Vienne e o Col de Porte, com final numa contagem de categoria especial! Para o menu do dia teremos então, para além da subida final, uma contagem de primeira categoria, uma de terceira, e ainda outra de quarta.

A etapa começa com algum sobe e desce, com o primeiro ponto de referência a ser o sprint intermédio de Pajay ao km37. Pouco depois temos então as duas contagens de montanha mais fáceis do dia, o Côte de Viriville, ao km50, com 4.1km a 5.5%, e o Côte de Roybon, ao km56.5, com 1.5km a 7.1%. Passada esta primeira parte da etapa, segue-se uma fase mais calma, quase sempre em falso plano descendente, até se entrar no km92, onde começa a subida ao Côte Maillet, com o seu topo ao km98.5, com uma extensão de 6.2km a 8%. Nova descida e mais uns kms planos, até entrarmos no km117, onde começa a subida ao Col de Porte, com 17.5km de extensão a 6.2%. A subida ao Col de Porte começa de forma muito íngreme, seguida de uma pequena descida de 1km, para voltar a subir de forma mais constante até perto do final, onde rampas mais duras e falsos planos voltam a existir.

Perfil da segunda etapa

Olhando à Startlist Completa e aos resultados mais recentes, Primoz Roglic apresenta-se como o maior favorito, com a sua super Jumbo-Visma que parece ser uma equipa superior a todos os rivais. Como principais adversários, Egan Bernal e Nairo Quintana parecem ser os homens mais capazes de bater o campeão esloveno, mas precisarão de suporte das suas equipas. Será muito importante ver como se sai a Ineos, já que Quintana à partida só contará com Warren Barguil na subida final. Nota também para Tadej Pogacar, que já bateu Roglic este ano, e numa cronoescalada! Será sem dúvida um nome a ter em conta hoje, assim como o de Emanuel Buchmann, que está a regressar à competição, e é também ele um trepador muito astuto taticamente, e Mikel Landa, que foi um dos que conseguiu bater Roglic numa subida esta temporada.

Wout van Aert parte de amarelo, fruto da vitória na primeira etapa, mas assumiu desde logo que hoje iria trabalhar para os seus líderes, já que é uma etapa que não se adequa às suas características.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Primoz Roglic
⭐⭐⭐⭐ Egan Bernal e Nairo Quintana
⭐⭐⭐ Tadej Pogacar, Emanuel Buchmann e Mikel Landa
⭐⭐ Richie Porte, Thibaut Pinot, Adam Yates e Rigoberto Uran
⭐ Tom Dumoulin, Pavel Sivakov, Guillaume Martin, Tiesj Benoot e Miguel Angel Lopez

Podes acompanhar a prova em direto na Eurosport 2, e também no nosso website no link abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock