Preview Dauphiné: Uma jornada à imagem de Aranburu!

A história deste Dauphiné começou a escrever-se certa por linhas tortas, com Brent van Moer (Lotto Soudal) a vencer na fuga do dia uma jornada difícil com diversas pequenas subidas, aproveitando o descuido do pelotão em dar demasiado tempo aos 4 escapados, e de certa forma vingando-se do azar da última semana, quando se preparava para vencer o Tour of Limburg, mas foi enganado no percurso por um dos sinaleiros quando já se encontrava no km final.

A segunda etapa do 73º Critérium du Dauphiné traz-nos mais uma jornada difícil, com 4 contagens de montanha que farão certamente mossa no pelotão e impedirão os principais sprinters presentes de discutirem a vitória final. Serão 173km entre Brioude e Saugnes, em que apenas os primeiros 45km serão planos. A partir daí o terreno ganha relevo, com o pelotão a enfrentar desde logo uma contagem de primeira categoria, à qual se seguirá uma de terceira, e depois muita ondulação até aos 15km finais, onde teremos uma segunda categoria, logo encadeada numa quarta, e uma curta e rápida descida até à meta que pode motivar a existência de ataques em busca da vitória na tirada.

Perfil da etapa 2 do Critérium du Dauphiné

Favoritos

Pelo perfil e pelas diversas demonstrações que já tivemos este ano, o espanhol Alex Aranburu (Astana – Premier Tech) tem de ser considerado o principal favorito à vitória. Depois de ter conquistado a sua primeira vitória World Tour na segunda etapa da última Volta ao País Vasco, o espanhol tem aqui mais uma jornada à sua medida, com subidas adaptadas às suas características, e uma descida em que pode aplicar toda a sua técnica para se isolar e triunfar, ou até posicionar-se da melhor forma para bater os adversários ao sprint.

Sonny Colbrelli (Bahrain Victorious) é também um grande nome para poder triunfar hoje e está também ele a atravessar um belo momento de forma, como mostra a conquista da classificação da regularidade na última Volta à Romandia. Também vindo de Espanha, Alejandro Valverde (Movistar) é mais um fortíssimo candidato a triunfar hoje, e se o veterano espanhol se dá bem nas descidas, também sabe como sprintar em grupos reduzidos. A sua forma tem vindo em crescendo ao longo da temporada e as suas possibilidades de triunfar são também elevadas.

Dos locais franceses, Valentin Madouas (Groupama – FDJ) é o ciclista que mais se adequa a poder vencer no dia de hoje, e se é um ciclista que gosta de atacar, também sabe como descer e sprintar em grupos reduzidos. Um lugar nos 5 primeiros não seria surpresa, e nem mesmo a vitória. A Jumbo – Visma pode também surpreender com Jonas Vingegaard, e o jovem holandês já se mostrou capaz de atacar e finalizar em grande estilo em outras corridas. Já com um palmarés elevado para uma idade tão jovem, e na melhor forma da sua carreira, quem sabe se Vingegaard não conquista hoje mais uma. Dentro da Ineos Grenadiers, se lhe derem liberdade no final, Michal Kwiatkowski será também um nome a intrometer-se no sprint, e a lutar pelas primeiras posições.

Aurelien Paret-Peintre deverá ser a maior esperança para o dia da AG2R, apesar de que não é de descartar que Greg van Avermaet consiga chegar com os melhores. Dylan Teuns (Bahrain Victorious) poderá também ter liberdade para atacar e sprintar, assim como o jovem Ilan van Wilder (Team DSM), que com a sua irreverência pode surpreender os nomes mais conhecidos do pelotão. Tim Wellens (Lotto Soudal) tem também aqui uma etapa ao seu estilo, mas atacar a liderança do seu colega de equipa Brent van Moer é algo improvável e que não deverá acontecer, mas se há equipa que corre sempre na ofensiva, é a Lotto. O líder da geral é também um nome a ter em conta para hoje, e apesar do desgaste de ontem, as subidas de hoje não deverão apresentar para ele dificuldades de maior.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Alex Aranburu
⭐⭐⭐⭐ Sonny Colbrelli e Alejandro Valverde
⭐⭐⭐ Valentin Madouas, Jonas Vingegaard e Michal Kwiatkowski
⭐⭐ Aurelien Paret-Peintre, Dylan Teuns, Ilan van Wilder e Tim Wellens
⭐ Bren van Moer, Greg van Avermaet, Alexey Lutsenko, Kasper Asgreen e Patrick Konrad
Outsiders: Warren Barguil e Loic Vliegen

Portugueses Presentes

Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) é o único representante português, e deverá estar mais um dia ao serviço dos seus líderes. O português corre com o dorsal 137.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a etapa em direto na Eurosport 2, a partir das 13h20 de Portugal Continental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock