Preview Dauphiné: Colbrelli vs Aranburu parte 2

O cazaque Alexey Lutsenko (Astana – Premier Tech) conquistou ontem a quarta etapa do Criterium du Dauphiné, ao ser o mais rápido num contrarrelógio individual de perfil acidentado, surpreendendo os presentes e grande parte do Ciclismo Mundial que esperavam talvez que fossem os líderes da Ineos a sobressaírem e a assaltarem a liderança da classificação geral. O camisola amarela, Lukas Pöstlberger (Bora – Hansgrohe) efetuou uma grande defesa, tendo fechado na nona posição, a 23s do vencedor, com o mesmo tempo do britânico Geraint Thomas (Ineos Grenadiers), e manteve a liderança da prova, agora com apenas 1s de vantagem sobre Lutsenko.

A quinta etapa da prova traz-nos um novo dia para romper as pernas do pelotão, em constante sobe e desce, com subidas curtas, mas muitas delas explosivas e capazes de potenciar ataques, espetáculo e de fazer o pelotão partir. O dia apresenta cinco subidas categorizadas, e ainda mais algumas que mesmo não estando assinaladas para a classificação dos trepadores farão certamente mossa no pelotão. A última das subidas, o Côte du Montrebut, está posicionada a 12km do final, e é também a mais complicada delas todas, apresentando apenas 1.3km de extensão, mas com 12% de pendente média.

Perfil da quinta etapa do Critérium du Dauphiné

Favoritos

Por aquilo que já nos mostrou nesta edição da corrida, o italiano Sonny Colbrelli (Bahrain Victorious), líder da classificação por pontos, é o claro favorito para triunfar nesta quinta tirada, estando até agora bastante capaz de ultrapassar as pequenas subidas com as que a etapa de hoje traz, assim como de apresentar um sprint com bastante potência, pelo que tem uma forte oportunidade de marcar aqui a sua segunda vitória nesta edição da corrida e praticamente fechar a discussão da classificação por pontos.

Como seu principal rival, Colbrelli deverá ter de novo em Alex Aranburu (Astana – Premier Tech) o mais forte adversário, ele que também mostrou na última terça estar com bastante potência e que ainda pode atacar estes últimos kms em descida com a sua excelente capacidade técnica. O francês Clement Venturini (AG2R Citroen Team) deverá ser também um dos grandes candidatos para o dia de hoje, e não deverá sofrer assim tanto para ultrapassar a última das subidas. Se não perder contacto, certamente estará lá para discutir a vitória.

O veterano Alejandro Valverde (Movistar) deverá também ser uma carta importante para hoje e terminar dentro dos primeiros, após um contrarrelógio menos bem conseguido. Garantir alguns segundos de bonificação seria certamente um bom objetivo para o dia. O belga Jasper Stuyven (Trek – Segafredo) terá também mais liberdade para atacar a etapa, agora sem a presença de Mads Pedersen, a formação norte-americana deverá trabalhar no auxílio do vencedor da última Milano – SanRemo. Brandon McNulty (UAE Team Emirates) surpreendeu na passada terça com um belo final que lhe garantiu a terceira posição, e hoje é mais um nome a ter em conta para o final. Veremos do que será capaz de fazer.

A Bora poderá ter duas cartas importantes a jogar em Wilco Kelderman e Patrick Konrad, e ambos podem fechar a etapa nos 10 primeiros sem grandes dificuldades, mas terão também o objetivo de defender a liderança de Lukas Pöstlberger. O austríaco não deverá ter dificuldades num dia como o de hoje, mas a Astana irá certamente tentar acelerar o ritmo na última subida, na tentativa de levar Lutsenko à amarela, pelo que será aí a chave da etapa, e o momento para quebrar o atual líder da geral. Ilan van Wilder (Team DSM) tem mostrado ser um corredor bastante completo, e depois de mais um belo contrarrelógio efetuado na tarde de ontem, hoje pode voltar a terminar com os melhores num sprint reduzido. Kasper Asgreen tem sido a carta da Deceuninck – QuickStep, e o dinamarquês está agora mais próximo da liderança, depois de também ele ter feito ontem um belo tempo contra o cronómetro. Poderá ele atacar a liderança da geral?

Quem irá levar a melhor?

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Sonny Colbrelli
⭐⭐⭐⭐ Alex Aranburu e Clement Venturini
⭐⭐⭐ Alejandro Valverde, Jasper Stuyven e Brandon McNulty
⭐⭐ Wilco Kelderman, Ilan van Wilder, Kasper Asgreen e Patrick Konrad
⭐ Sven Erik Bystrom, Greg van Avermaet, Alexey Lutsenko, Lukas Pöstlberger e Greg van Avermaet
Outsiders: Quentin Pacher e Florian Senechal

Portugueses Presentes

Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) é o único representante português, e deverá estar mais um dia ao serviço dos seus líderes. O português corre com o dorsal 137.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a etapa em direto na Eurosport 2, a partir das 13h20 de Portugal Continental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock