O contrarrelógio das diferenças no Benelux!

O belga Tim Merlier (Alpecin – Fenix) venceu ontem a primeira etapa do Benelux Tour, num final ao sprint que viu já alguns dos candidatos perderem tempo importante na luta pela classificação geral, devido aos cortes provocados pelo vento, que surgiu para partir o pelotão já na última hora de corrida.

A segunda etapa do 17º Benelux Tour apresenta um curto, mas já habitual, contrarrelógio individual de 11.1km em Lelystad, onde mais diferenças serão feitas, e os principais roladores terão obviamente vantagem e oportunidade para roubar segundos importantes na luta pela classificação geral.

Perfil da segunda etapa do Benelux Tour

Favoritos

Um contrarrelógio com mais de 10 e menos de 15km é a especialidade do suíço Stefan Bissegger (EF Education – Nippo), que é o principal favorito para o dia de hoje! Bissegger tem sido bastante regular neste tipo de esforços, e hoje pode muito bem capitalizar em busca da sua terceira vitória World Tour. Terão os adversários as armas para o parar?

A Deceuninck – Quick Step é talvez a maior candidata a fazê-lo, com Remco Evenepoel e Kasper Asgreen a serem dois ciclistas que andam muito bem em esforços deste estilo. Asgreen poderá subir à liderança da geral já hoje, e Remco quererá certamente recuperar algum do tempo que perdeu ontem, por isso não se deverá inibir de arriscar em cada curva. Poderá a dupla embalar para aniquilar a concorrência nos últimos dias de corrida?

Stefan Kung (Groupama – FDJ) é também outro dos grandes candidatos para o dia de hoje, e ninguém ficaria surpreendido se o suíço conquistasse a vitória e subisse à liderança da classificação geral. Será ele capaz de bater o compatriota? Edoardo Affini e Tom Dumoulin são as setas da Jumbo – Visma apontadas à vitória e a dupla sabe bem o que é andar em esforços deste estilo. Dumoulin certamente preferiria que o contrarrelógio fosse mais longo e até que tivesse alguma ondulação, onde poderia sobressair mais, mas o holandês preparou-se com bastante antecedência para esta prova em específico. Será ele capaz de chegar à vitória?

Soren Kragh Andersen (Team DSM) já venceu em contrarrelógios do Benelux Tour, mas a sua forma esta temporada parece estar um pouco abaixo do normal. Ainda assim, é um nome que não podemos descartar. Na mesma onda surge Victor Campenaerts (Team Qhubeka NextHash), que pode muito bem também chegar ao triunfo, mas cuja forma parece não estar onde já nos habituou. Mads Pedersen (Trek – Segafredo) é também um excelente rolador para este tipo de esforços e quererá certamente ganhar algum tempo aos rivais. Por outro lado, o jovem Matteo Sobrero (Astana – Premier Tech) é um nome em ascensão, cada vez a fazer melhores contrarrelógios contra os melhores. Hoje pode bem ser mais um dia em que se intromete sorrateiramente entre os principais nomes, na sua ascensão até ao topo.

Nota ainda para os nomes de Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates), Christophe Laporte (Cofidis), Benjamin Thomas (Groupama – FDJ), Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) e Maciej Bodnar (Bora – Hansgrohe), todos eles capazes de chegar aos 10-15 melhores do dia, e também para os outsiders Jonathan Milan (Bahrain Victorious) e Miles Scotson (Groupama – FDJ), dois gregários que poderão ter liberdade para dar o seu máximo na estrada e colocar-se entre os melhores do dia de hoje.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Stefan Bissegger
⭐⭐⭐⭐ Kasper Asgreen e Remco Evenepoel
⭐⭐⭐ Stefan Kung, Edoardo Affini e Tom Dumoulin
⭐⭐ Soren Kragh Andersen, Victor Campenaerts, Mads Pedersen e Matteo Sobrero
⭐ Mikkel Bjerg, Christophe Laporte, Benjamin Thomas, Geraint Thomas e Maciej Bodnar
Outsiders: Jonathan Milan e Miles Scotson

Participação Portuguesa

Nenhum português estará presente à partida da corrida.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a segunda etapa em direto na Eurosport a partir das 12h35.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock