O carteiro toca sempre duas vezes!

Depois de uma primeira etapa caótica, que acabou por terminar com a vitória do campeão mundial, Julian Alaphilippe, o Tour de France prossegue hoje com a realização da 2ª tirada, uma ligação de 183.5 km, entre Perros-Guirec e Mûr-de-Bretagne Guerlédan. O perfil desta jornada será bastante semelhante ao do primeiro dia, sendo que coincidentemente haverão também seis contagens de montanha categorizadas, quatro de 4ª categoria e duas de 3ª, ambas ao Muro da Bretanha, sendo que a última das quais será coincidente com a chegada.

A ascensão ao emblemático Muro da Bretanha consiste numa dificuldade de apenas 2 km, mas com uma pendente média de 6.8% e com zonas acima dos 10%. Tal como na 1ª etapa, a subida final aligeira em direção à meta.

Perfil da etapa 2 da Volta a França
A subida para o Muro da Bretanha

Favoritos

No dia de ontem, Julian Alaphilippe mostrou que tem pernas e panache para desafiar toda a competição neste tipo de etapas, conseguir vencer logo na Grand Départ, e de arco-íris ao peito, algo que não sucedia desde a vitória de Bernard Hinault em 1981. Ainda para mais, agora que tem a preciosa amarela nos seus ombros, os níveis de confiança e motivação estarão certamente nos píncaros, pelo que Loulou é o grande favorito a levar também esta segunda etapa e bisar logo a abrir, algo que já não acontece desde 1978, na altura através do holandês Jan Ras.

O nível do atual campeão mundial é tal, que não parecem ser os grandes classicómanos do pelotão aqueles com capacidade para o seguir quando a estrada empina, mas sim os grandes voltistas, pelo que na lista de favoritos seguem-se os dois patrões do Tour: Primoz Roglic e Tadej Pogacar.

Claro que temos de incluir entre os favoritos os nomes das duas bestas rivais: Mathieu Van der Poel e Wout Van Aert. Apesar de não terem conseguido as melhores das performances no primeiro dia, pelo menos em termos de contestação da vitória, ambos estiveram na luta, bem presentes na frente do pelotão, tornando-se simplesmente impossível de resistir ao ritmo de Loulou. Com uma subida final ligeiramente mais curta, o que os pode favorecer, tanto o King Kong da Jumbo como o Godzilla da Alpecin-Fenix quererão, com toda a certeza, mostrar que ainda são os reis dos monstros neste pelotão.

Um dos homens em grande destaque no 1º dia, e que poderá voltar a estar entre os melhores, é o australiano Michael “Bling” Matthews, enquanto Alejandro Valverde quererá certamente voltar a triunfar neste local que conhece tão bem.

Com as quedas do dia de ontem a impedirem, quase de certeza, que nomes como Michael Woods ou Marc Hirschi estejam na luta por esta 2ª etapa, incluímos de seguida na lista de favoritos corredores como Sergio Higuita, David Gaudu, Dan Martin, Jack Haig, Benoit Cosnefroy, Pierre Latour, Alexey Lutsenko, Bauke Mollema, Wilco Kelderman, Pello Bilbao, Jakob Fuglsang, e ainda Miguel Angel Lopez, Valentin Madouas, e Guillaume Martin, três homens que se viram envolvidos nas quedas e que poderão hoje tentar vingar-se. Finalmente, apontemos ainda para Peter Sagan, embora o final pareça ser demasiado complicado para ele se poder bater com um pelotão composto pela nata dos puncheurs do ciclismo mundial.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Julian Alaphilippe
⭐⭐⭐⭐ Primoz Roglic e Tadej Pogacar
⭐⭐⭐ Mathieu van der Poel, Wout Van Aert, e Michael Matthews
⭐⭐ Alejandro Valverde, Sergio Higuita, David Gaudu, e Dan Martin
⭐ Jack Haig, Benoit Cosnefroy, Pierre Latour, Alexey Lutsenko, Bauke Mollema, Wilco Kelderman, Pello Bilbao, Jakob Fuglsang, Miguel Angel Lopez,Valentin Madouas, Guillaume Martin, Peter Sagan

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock