Nomes de peso abrilhantam Tour de la Provence!

Arranca amanhã a 6ª edição do Tour de la Provence. A prova francesa inclui 4 etapas, disputadas na região do sudeste do País, com perfis que irão favorecer os sprinters em 3 delas, com as dificuldades montanhosas a concentrarem-se maioritariamente na 3ª jornada, com destaque para a ascensão às partes inferiores do mítico Mont Ventoux.

As 4 etapas do Tour de la Provence 2021

Fruto dos constrangimentos que a pandemia continua a impor ao calendário internacional e da consequente menor quantidade de provas em disputa, o Tour de la Provence apresenta uma startlist recheada de grandes nomes, tanto para as vitórias em etapa como para o triunfo na classificação geral. À partida, serão 14 equipas do World Tour e outras 6 equipas francesas (4 pró-continentais e 2 continentais), com muitos candidatos a suceder ao colombiano Nairo Quintana, vencedor em 2020.

O maior de todos será, quiçá, outro colombiano, Egan Bernal (INEOS Grenadiers), o vencedor da Volta a França de 2019, que procurará certamente começar a apresentar serviço nesta fase da temporada, tirando partido da forte equipa que o irá escudar. A formação britânica apresenta, de resto, vários candidatos a ter um papel de destaque no desenlace da prova, caso Bernal não se apresente já a um grande nível, como sejam Iván Ramiro Sosa, Laurens de Plus, ou Eddie Dunbar.

Na linha da frente para rivalizar com a forte equipa da INEOS estarão formações como a Astana-Premier Tech, que levará um bloco de elevado nível, incluindo o 2º e o 3º da edição de 2020, Aleksandr Vlasov e Alexey Lutsenko, e ainda nomes como Ion Izagirre ou Harold Tejada. Entre as formações mais poderosas, refiram-se também a Bahrain-Victorious, que contará com Jack Haig, Wout Poels, e Dylan Teuns, a Trek-Segafredo, com Giulio Ciccone e Bauke Mollema, ou mesmo a Deceuninck-Quick Step, que colocará todas as suas fichas na proteção ao campeão do mundo, o francês Julian Alaphilippe.

Na luta pela geral deverão estar também Enric Mas (Movistar Team) e Warren Barguil (Team Arkéa Samsic), enquanto nomes como Fabio Aru (Team Qhubeka ASSOS), Patrick Konrad (BORA – hansgrohe), ou Tim Wellens (Lotto Soudal), recente vencedor da Etoile de Bessèges, poderão também ter uma palavra a dizer.

Favoritos à geral Ciclismo Mundial:

⭐⭐⭐⭐⭐ Egan Bernal

⭐⭐⭐⭐ Aleksandr Vlasov e Iván Ramiro Sosa

⭐⭐⭐ Jack Haig, Wout Poels, e Alexey Lutsenko

⭐⭐ Giulio Ciccone, Bauke Mollema, Enric Mas, e Ion Izagirre

⭐ Laurens de Plus, Eddie Dunbar, Dylan Teuns, Julian Alaphilippe, Warren Barguil, Harold Tejada, Fabio Aru, Patrick Konrad, Tim Wellens

A primeira etapa do Tour de la Provence irá consistir numa ligação de 182 km, entre Aubagne e Six-Fours-les-Plages, com um perfil longe de ser plano mas que poderá acabar por favorecer os homens mais rápidos do pelotão. Os corredores enfrentam uma primeira categoria logo no arranque da etapa, seguindo-se três contagens de terceira categoria ao longo do dia, a última das quais a 30 km da meta. Os km finais serão, na sua maioria, planos, o que significará que equipas como a Groupama-FDJ deverão controlar as operações no assomo da meta, preparando o sprint de Arnaud Démare.

Perfil da 1ª etapa do Tour de la Provence

O campeão francês surge como o claro favorito numa chegada massiva, embora o pelotão apresente vários velocistas de renome que num bom dia poderão surpreender a Groupama.

A lista de candidatos a poder dar luta a Démare é extensa, sendo possível referir: Davide Ballerini (Deceuninck-Quick Step), Alexander Kristoff (UAE-Team Emirates), Nacer Bouhanni (Team Arkéa Samsic), Phil Bauhaus (Bahrain-Victorious), Matteo Trentin (UAE-Team Emirates), Niccolò Bonifazio (Team Total Direct Energie), Bryan Coquard (B&B Hotels p/b KTM), John Degenkolb (Lotto Soudal), Max Kanter (Team DSM), Matteo Moschetti (Trek-Segafredo), Ben Swift (INEOS), e ainda outros corredores que, embora dificilmente possam almejar a vitória, irão certamente lutar para estar entre os melhores do dia: Clément Venturini (AG2R Citroën Team), Eduard Grosu (Delko), Florian Vermeersch (Lotto Soudal), Matthew Walls (BORA-hansgrohe), Fred Wright (Bahrain-Victorious), ou Stefano Oldani (Lotto Soudal).

Numa etapa deste género, não se podem excluir ataques dos ciclistas mais oportunistas como são Omar Fraile ou os vários integrantes do Wolfpack da Deceuninck, com Julian Alaphilippe à cabeça.  

Favoritos à etapa Ciclismo Mundial:

⭐⭐⭐⭐⭐ Arnaud Démare

⭐⭐⭐⭐ Davide Ballerini e Alexander Kristoff

⭐⭐⭐ Nacer Bouhanni, Phil Bauhaus, e Matteo Trentin

⭐⭐ Niccolò Bonifazio, Bryan Coquard, John Degenkolb, e Max Kanter

⭐ Matteo Moschetti, Ben Swift, Clément Venturini, Eduard Grosu, Florian Vermeersch, Matthew Walls, Fred Wright, Stefano Oldani, Omar Fraile, Julian Alaphilippe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock