Na peugada do Canibal!

A etapa 6 do Tour de France irá constituir um desafio de 160.4 km, com partida em Tours e com o risco de meta colocado na localidade de Châteauroux. O percurso apresenta-se praticamente plano, apenas pontuado com uma contagem de montanha de 4ª categoria, sensivelmente a meio da jornada.

Perfil da etapa 6 do Tour de France

Favoritos

Este será um dia que terá, muito provavelmente, uma chegada em pelotão compacto, sendo que a discussão da etapa deverá estar guardada para o confronto entre a Deceuninck Quick-Step e a Alpecin-Fenix.

Como favorito nº 1 para esta tirada, vamos apontar para o Manx Missile, Mark Cavendish, não só por uma questão inconscientemente emocional, mas também por duas outras razões. Por um lado, o britânico mostra-se em grande nível e já venceu neste Tour e, por outro, já bateu nesta temporada aquele que deverá ser o seu grande rival para hoje: Tim Merlier. Acreditamos, portanto, que a boa forma e os elevados níveis de confiança de Cav serão suficientes para alcançar nova vitória.

Recorde-se que Cavendish está em busca do recorde de 34 vitórias em etapas no Tour, pertença de Eddy Merckx, faltando-lhe três triunfos para igualar o Canibal. Mesmo para aqueles que não gostam particularmente do velocista britânico, é impossível ficar indiferente a este autêntico conto de fadas e a esta montanha russa de emoções, com um homem que passa de um estado de reforma antecipada para estar de novo na ribalta, em busca de um dos mais míticos recordes do ciclismo!

Como referido, o grande rival de Cavendish deverá ser Tim Merlier. Depois de, na etapa 4, ter sido Philipsen o sprinter de serviço da equipa, sem o sucesso desejado, a Alpecin-Fenix deverá regressar à tática habitual, com Merlier como última carruagem do comboio. Não é, no entanto, de descartar que a equipa volte a apostar em Jasper Philipsen, sendo que será também ele um forte candidato a bater toda a concorrência.

Depois dos ciclistas já referidos, o velocista em melhor forma nesta fase do Tour parece ser o gaulês Nacer Bouhanni, colecionando já um segundo e um terceiro posto nas etapas ao sprint. Será hoje o dia do “Boxeur”?

Refiram-se depois os nomes habituais para este tipo de chegadas, como Arnaud Demare, Wout van Aert, Peter Sagan, Cees Bol, Mads Pedersen, Danny van Poppel, André Greipel, Sonny Colbrelli, Michael Matthews, Christophe Laporte, e Max Walscheid.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Mark Cavendish
⭐⭐⭐⭐ Tim Merlier e Jasper Philipsen
⭐⭐⭐ Nacer Bouhanni, Arnaud Demare, e Wout van Aert
⭐⭐ Peter Sagan, Cees Bol, Mads Pedersen, e Danny van Poppel
⭐ André Greipel, Sonny Colbrelli, Michael Matthews, Christophe Laporte, e Max Walscheid

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock