Montjuic aqui vamos nós!

Em 2013, a Volta a Catalunya terminou pela primeira vez com uma etapa em Barcelona, ​ com várias voltas num circuito que incluía a famosa subida de Montjuic, e que deu uma corrida fantástica, onde Michele Scarponi usou a colina para atacar e garantir um lugar no pódio da geral final. Os organizadores gostaram tanto da etapa, que reutilizaram o conceito nos anos seguintes e 2022 não será exceção. Esta é uma etapa muito curta, com apenas 138.6km, que começa e termina na cidade de Barcelona. Após a saída de Barcelona, o pelotão cruzará algumas das zonas da periferia local, antes de entrar no circuito final nos últimos 50km.

No coração de Barcelona, ​​a linha de chegada é cruzada pela primeira vez após 91.5km, com a passagem a ser repetida por 6 vezes após um percurso de 7.9km no Montjuic Park. 500m após a linha de chegada, começa a subida segunda categoria ao Alto de Montjuic (2.5km a 4.6%) que é bem conhecida pela maioria dos ciclistas e pelo público, apresentando rampas máximas de 19% na sua fase final. Do alto até à meta sobram 4.9km, e quase todos a descer. A descida tecnicamente não é difícil e segue uma estrada larga, que ainda apresenta 500m de ascensão. Os últimos 2km são praticamente todos em descida até ao sprint final, com 200m planos a decidirem o vencedor

Perfil da etapa 7 da Volta a Catalunya

Favoritos

Sem nada a perder na luta pela geral, João Almeida (UAE Team Emirates) surge como o principal favorito, podendo dinamitar os adversários numa das últimas passagens pelo Alto de Montjuic. É certo que a descida não é o forte do ciclista português, mas ao sprint a vantagem é sua perante os rivais, e até as suas habilidades de contrarrelógio poderão ser úteis para que a concorrência não se aproxime!

Juan Ayuso (UAE Team Emirates) e Tobias Johannessen (Uno-X Pro Cycling Team) representam a voz dos mais novos desta Volta a Catalunya, e poderão aproveitar a sua irreverência para triunfar. Ayuso não se tem mostrado ao trabalho para Almeida e pode voltar a atacar em descida para colocar o português em dificuldades. Johanessen está no top10 da sua primeira corrida por etapas World Tour, e também não tem nada a perder, pelo que poderá usar a sua explosividade para atacar e ir em busca da vitória final.

Sergio Higuita (Bora – Hansgrohe) lidera a classificação geral e neste terreno o Campeão Colombiano sente-se em casa. Porém, a falta de equipa poderá ser chave para o desenrolar da etapa e o líder da Bora poderá ficar em xeque. Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) e Nairo Quintana (Arkea Samsic) são a armada sul-americana em busca de Higuita e também eles são explosivos o suficiente para poderem fazer diferenças. Serão eles capazes de descarregar Higuita e até de colocar a armada europeia em dificuldades?

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ João Almeida
⭐⭐⭐⭐ Juan Ayuso, Tobias Halland Johannessen
⭐⭐⭐ Sergio Higuita, Richard Carapaz, Nairo Quintana
⭐⭐ Wout Poels, Mads Wurtz Schmidt, Guillaume Martin, Marc Soler
⭐ Mattias Skjelmose Jensen, Jan Bakelants, Carlos Rodriguez, Carlos Verona, Andrea Bagioli

Presença Portuguesa

João Almeida, Rui Costa e Ivo Oliveira são os portugueses presentes, todos ao serviço da UAE Team Emirates, com os dorsais #31, #32 e #36, respetivamente.

Transmissão em Direto

Podes acompanhar a prova em direto na Eurosport 1, a partir das 11:30!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock