Haverá duas sem três?

Disputa-se hoje a etapa 3 do Tour de Romandie, num dia com 165.1 km, que serão corridos nas imediações da localidade de Valbroye. Pelo caminho, o pelotão encontra cinco subidas de 3ª categoria e diversas ascensões não categorizadas, que prometem animar e de que maneira a corrida, em especial as duas últimas subidas, já dentro dos 20 km finais.

Perfil da etapa 3 da Volta à Romandia

Favoritos

Depois dos triunfos no prólogo e na etapa 2, é difícil de apostar contra Ethan Hayter nesta fase da corrida. O ciclista britânico da INEOS Grenadiers está em grande forma e nem a queda na etapa 1 o parece ter abrandado. Tal como no dia de ontem, a formação britânica deve controlar os quilómetros finais, sendo que desta feita devemos ter um pelotão bem mais reduzido a discutir a vitória.

No final da etapa de ontem, Hayter festejou com o dedo indicador encostado aos lábios, como que silenciando aqueles que o criticaram pelo mau posicionamento na etapa 1, que acabou por causar a queda que por sua vez lhe retirou a liderança da corrida. Este calar dos “haters” poderá novamente dar ganas ao britânico de fazer o hattrick nesta competição.

Este será um sprint bem diferente do de ontem, e desta feita apenas os mais fortes irão sobreviver e lutar pelo triunfo, em especial porque a INEOS vai pressionar os homens mais pesados nas subidas finais. Assim, os principais candidatos a lutar com os britânicos pela vitória serão Patrick Bevin, Quinten Hermans, Dion Smith, e também Jon Aberasturi e Fernando Gaviria, embora no caso destes dois últimos seja algo improvável que se mantenham na frente até perto do final.

Refira-se depois o caso de Aleksandr Vlasov, que tem mostrado as suas aptidões de sprinter, especialmente no dia de ontem, onde fechou no quarto posto. As diferenças na geral são escassas e o ciclista russo (9º a 23 segundos) poderá ser um dos grandes animadores nas subidas finais.

Muitos dos homens rápidos poderão não conseguir estar na luta pela etapa, pelo que muitas formações terão de rever a sua estratégia. No caso da UAE Team Emirates, na eventualidade de Gaviria não estar no sprint, a equipa pode tentar atacar a etapa com Marc Hirschi ou com o próprio Ivo Oliveira, que será certamente um perigoso outsider se sobreviver às dificuldades da jornada. Existem ainda Juan Ayuso e Brandon McNulty, que poderão também explorar algum ataque tardio nas derradeiras colinas.

Importa também manter debaixo de olho nomes como Quentin Pacher, Mikkel Honoré, Sean Quinn, Nikias Arndt, Mauro Schmid, Sergio Higuita, Maximilian Schachmann, ou mesmo Dylan Teuns, ele que pode estar de olho numa movimentação vencedora numa das subidas finais. No caso de haver uma fuga a triunfar, surgem também como candidatos Remi Cavagna, Matteo Sobrero, ou Geoffrey Bouchard.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Ethan Hayter
⭐⭐⭐⭐ Patrick Bevin e Quinten Hermans
⭐⭐⭐ Dion Smith, Jon Aberasturi, e Fernando Gaviria
⭐⭐ Aleksandr Vlasov, Marc Hirschi, Ivo Oliveira, Juan Ayuso, e Brandon McNulty
⭐ Quentin Pacher, Mikkel Honoré, Sean Quinn, Nikias Arndt, Mauro Schmid, Sergio Higuita, Maximilian Schachmann, Remi Cavagna, Matteo Sobrero, e Geoffrey Bouchard

Portugueses Presentes

Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) é o único português a alinhar à partida, e irá envergar o dorsal #12.

Transmissão em Direto

Todas as etapas em direto na Eurosport 1, a partir das 14h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock