Está de regresso o Ciclismo de Estrada em Portugal! Hoje, é dia de Prova de Abertura!

Depois de ontem se ter corrido o Circuito CAR Anadia, hoje regressam à competição as equipas continentais portuguesas na Prova de Abertura, que será também ela pontuável para a Taça de Portugal – Jogos Santa Casa. O regresso do ciclismo de estrada em Portugal era já bastante ansiado pelos amantes da modalidade, e só é pena que não tenhamos transmissão em vídeo em direto, algo que certamente motivaria os espectadores a ficarem em casa, numa época tão crítica como a que vivemos.

Perfil

O dia de hoje traz-nos então uma clássica de 173.1km entre Aveiro e Anadia, num percurso que será praticamente todo ele plano, mas que apresenta algumas armadilhas que podem retirar os principais sprinters da luta pela vitória final. Ao km 125 começa a única dificuldade categorizada do dia, a subida a Talhadas, uma segunda categoria com 7km de extensão e 6% de pendente média. Seguir-se-á uma longa descida, primeiro numa fase mais técnica e depois numa fase bastante mais suave até ao km 150, onde os ciclistas estarão em Águeda, e prosseguirão até ao final num trajeto que não deverá apresentar grandes dificuldades. O final será diferente, em Anadia, já que apresenta uma pequena rampa a cerca de 4% que será certamente decisiva para encontrar o vencedor!

Perfil da Prova de Abertura

Favoritos

Olhando a que o perfil apresenta uma dificuldade considerável a pouco mais de 40km da chegada e uma rampa no seu final, é de considerar que os maiores candidatos serão então os ciclistas que passem bem alguma montanha e que saibam finalizar bastante bem. A W52 – FC Porto apresenta no seu alinhamento aquele que será o seu maior candidato a vencer a prova em Daniel Mestre! A subida não deverá ser nenhuma dificuldade para o velocista da equipa Portista e a rampa que o final nos oferecer assenta-lhe que nem uma luva.

Como seu principal adversário, a Efapel irá apresentar Luís Mendonça, também ele de características semelhantes ao compatriota Mestre, e que terá também muitas chances de levar a melhor e vencer a primeira prova do ano. Será certamente uma questão de posicionamento e força, mas Mendonça não vai querer deixar escapar a corrida. Da Kelly – Simoldes – UDO, chega-nos Luís Gomes, mais um ciclista com uma excelente ponta final e que gosta deste tipo de chegadas. Luís tem vindo a crescer nos últimos tempos, e prova disso é que em 2020 conquistou a classificação por pontos na Edição Especial da Volta a Portugal.

A Rádio Pouplar – Boavista deverá ter a sua maior arma em Daniel Freitas, uma das recentes contratações da equipa do Professor José Santos, que lhes dá maiores garantias de vitória em finais rápidos como o de hoje. Da Antarte – Feirense, Rafael Silva deverá ser o líder para o dia de hoje, apesar de Vicente de Mateos ter uma boa ponta final, e voltar assim a lutar por chegadas ao sprint como o chegou a fazer no passado pela Efapel, antes se tornar um excelente Road Captain. Na Atum General – Tavira, Cesar Martingil deverá ser o ciclista mais capaz de discutir a vitória, mas não é de descartar que o russo Aleksandr Grigorev possa ser o escolhido se tiver melhor posicionado, e a sua ponta final é também excelente!

Na Louletano – Loulé Concelho, o venezuelano Roniel Campos deverá ser o líder para o dia de hoje, apesar de João Matias poder ser também uma excelente arma, e a equipa até poder jogar com ambas as possibilidades e Roniel se poder guardar para provas mais difíceis como a Clássica Aldeias do Xisto já daqui a duas semanas. Na Tavfer – Measindot – Mortágua, atenção ao venezuelano Leangel Liñarez, que tem uma grandíssima ponta final e deverá este ano explodir como o principal sprinter em solo lusitano. A subida será talvez a sua principal dificuldade, e caso ele não a consiga ultrapassar estará lá o português Campeão Europeu de Pista, Iúri Leitão, com toda a sua qualidade para discutir também a vitória.

Falando em Campeões Europeus, também os gémeos Oliveira irão estar presentes, e Rui deverá sempre ser considerado um dos favoritos para o dia, com toda a sua qualidade na finalização, e não é de estranhar que volte a vencer, tal como já aconteceu em 2019 onde foi o mais rápido ao sprint.

Dentro das segundas linhas, não descartar também os nomes de Francisco Campos e de Fábio Costa, dentro da W52 e da Efapel, respetivamente, que serão também ele ciclistas bastante capazes de discutir o final, apesar de terem nos seus líderes os principais candidatos à vitória final.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Daniel Mestre
⭐⭐⭐⭐ Luís Mendonça e Luís Gomes
⭐⭐⭐ Daniel Freitas, Rui Oliveira e Cesar Martingil
⭐⭐ Roniel Campos, Rafael Silva, Leangel Liñarez e Francisco Campos
⭐ Iúri Leitão, Pedro Andrade, Vicente de Mateos, Fábio Costa e Aleksandr Grigorev

Transmissão em Direto

Não haverá transmissão de vídeo em direto na corrida, pelo que o live timing textual será a única opção para quem quiser acompanhar a corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock