Duelo de sprinters na KBK, e MVDP vai alinhar à partida!

Como já é tradição no calendário ciclístico, a Kuurne Brussel Kuurne decorre este domingo, no dia seguinte à Omloop Het Nieuwsblad, e se ontem esperávamos um dia cheio de ataques e os favoritos a chegarem em pequenos grupos à meta, assim não aconteceu e foi um pequeno pelotão a chegar à meta na dianteira, com a Deceuninck – QuickStep a não dar hipótese e a lançar Davide Ballerini para uma vitória fácil.

Na Kuurne Brussel Kuurne o tradicional é os sprinters aguentarem-se e discutirem a vitória no final, mesmo sendo uma clássica com algumas colinas e setores de pavê, não tendo portanto, normalmente, dureza suficiente para os descartar. Apesar desta “tradição”, nos dois últimos anos a QuickStep colocou homens seus ao ataque na fase final, e conquistou vitórias em 2019 e 2020 com Bob Jungels e Kasper Asgreen, respetivamente, a escaparem do pelotão dentro dos últimos kms e a terminarem isolados com alguns poucos segundos de avanço.

Perfil

A 73ª Kuurne Brussel Kuurne terá 197km e tal como o nome da prova diz terá partida e chegada em Kuurne. Os pontos importantes da corrida incluem 12 pequenas colinas e 6 setores de pavê, alguns dos quais se enquadram nestas mesmas colinas. Logo ao km16.5 teremos a primeira colina, com 1.1km a 3.3% no Tiegemberg, sendo que a última será ao km144.5, a mais de 50km da meta, com Kluisberg com 1.0km a 6.4%. Relativamente ao pavê, o primeiro setor está situado ao km34, com 700m de paralelepípedos, e o último ao km162.3 com apenas 400m de extensão.

Os pontos que serão capazes de decidir a corrida e fazer diferenças surgem ao km90, com o Mont Saint Laurent a incluir 1.2kKm a 7.4% e a sua primeira metade a ser feita em pavê, ao km110, com o Kanarieberg a apresentar 1.3km a 7.0%, ao km117.6 o Kruisberg com 0.9km a 6.0% em pavê, encadeado no Hotond, uma pequena rampa de 400m a 7.6%, ao km127 o Côte du Trieu com 1km a 8.0% a ser a rampa com mais pendente do dia, e por fim, ao km136 o já mítico Oude Kwaremont com 2.2km a 4.1% e grande parte da colina coberta de paralelepípedos.

Perfil da Kuurne Brussel Kuurne

Favoritos

Relativamente à Omloop Het Nieuwsblad, a startlist perdeu alguns ciclistas, mas também ganhou outros, e a principal entrada é a do maior favorito para o dia de hoje, o holandês Mathieu van der Poel, que já regressou do UAE Tour, depois de a Alpecin – Fenix ter sido forçada a abandonar após a primeira etapa, devido a um controlo positivo de covid-19 de um dos elementos do staff da equipa belga. Tendo uma excelente ponta final, e capacidade para passar as principais dificuldades do dia, quer o ritmo vá mais ou menos rápido, deveremos ter o Campeão Mundial de CX na luta pela vitória no dia de hoje, para marcar já a sua posição na temporada de clássicas.

Outro ciclista que se enquadra nas características para vencer no dia de hoje é Mads Pedersen! O dinamarquês, tal como van der Poel, não deverá ter dificuldades em passar as colinas e setores de pavê do dia, e é também ele dono de um sprint cada vez mais forte, que poderá ser decisivo na ponta final. Na Trek – Segafredo, Jasper Stuyven é também uma carta super interessante para o dia, e mesmo não tendo a ponta final de Pedersen, deverá ser super importante na estratégia da Trek para a luta pela vitória final.

Entre os sprinters mais capazes para o dia, destaque para Arnaud Demare, ele que teve um 2020 soberbo, e que quererá conquistar já uma vitória cedo na temporada para aliviar a pressão das importantes conquistas obtidas. Dentro da mesma equipa, atenção a Stefan Kung, que poderá fazer algo semelhante ao que aconteceu nos últimos anos com Asgreen e Jungels, e assim procurar mais uma vitória.

Na Deceuninck – QuickStep, a nossa aposta vai para o alemão Jannik Steimle, ele que é dono de uma excelente ponta final e não deverá ter dificuldades em passar as colinas e setores de pavê, e parece-nos estar num patamar de forma superior a Alvaro Hodeg. Na UAE Team Emirates, Alexander Kristoff irá ser a principal seta apontada à vitória, numa equipa em que não se pode também descartar a presença de Matteo Trentin.

John Degenkolb, Christophe Laporte e Jordi Meeus serão também um trio de candidatos muito importante para o dia, e um resultado no top5 do dia não é de descartar para nenhum deles! A Team DSM tem duas cartas que pode jogar de forma distinta em Soren Kragh Andersen e Nils Eekhoff, ambas com capacidade de estarem na luta por um bom resultado final. Dentro da Ineos Grenadiers atenção a Ethan Hayter, e claro, na AG2R Ctiroen Team, Greg van Avermaet e Oliver Naesen deverão ser considerados para estarem na discussão numa perspetiva mais ofensiva, sendo que caso a corrida termine ao sprint a chance pode ser dada a Marc Sarreau.

Favoritos Ciclismo Mundial

⭐⭐⭐⭐⭐ Mathieu van der Poel
⭐⭐⭐⭐ Mads Pedersen e Arnaud Demare
⭐⭐⭐ Alexander Kristoff, Christophe Laporte e Oliver Naesen
⭐⭐ Greg van Avermaet, John Degenkolb, Jannik Steimle, Jordi Meeus e Matteo Trentin
⭐ Jasper Stuyven, Stefan Kung, Soren Kragh Andersen, Nils Eekhoff e Marc Sarreau

Presença Portuguesa

André Carvalho é o único português presente na prova e estará uma vez mais escalado para auxiliar o sprinter francês da Cofidis, Christophe Laporte!

Em Direto

Podes acompanhar a prova em direto na Eurosport 2, a partir das 13h45!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock